Ato de confiança na bondade de Nosso Senhor

photo credit: RobertoUrrea via photopin cc

Senhor, eis aqui uma alma que está no mundo para exercer a vossa admirável misericórdia e para fazê-la brilhar em presença do Céu e da Terra. Glorifiquem-Vos os outros, fazendo ver qual é a força da vossa graça, pela sua fidelidade e constância; quanto sois doce e liberal para com os que Vos são fiéis. Quanto a mim, glorificar-Vos-ei fazendo conhecer quanto sois bom para com os pecadores e quão acima de toda malícia está vossa misericórdia, a qual nada é capaz de esgotar; como nenhuma recaída, por mais vergonhosa e criminosa que seja, deve levar o pecador ao desespero do perdão. Gravemente Vos tenho ofendido, ó amável Redentor meu; mas muito pior seria ainda, se Vos fizesse o horrível ultraje de pensar que não sois tão bom que me perdoeis.

Em vão o vosso e meu inimigo me arma todos os dias novos laços; tudo me fará ele perder, menos a esperança que tenho na vossa misericórdia. Ainda que eu houvesse caído cem vezes, e fossem os meus crimes cem vezes mais horríveis do que são, ainda assim eu esperaria em Vós. Assim seja.

São Cláudio de La Colombière

Comentar!

Sobre Apostolado do Oratório

Blog oficial do Apostolado do Oratório dos Arautos do Evangelho, Associação Internacional de Direito Pontifício.
Esta entrada foi publicada em Orações e marcada com a tag , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta