Até onde deve chegar nossa fé


XIX Domingo do Tempo Comum

A barca com os Apóstolos é sacudida pela tempestade: bem poderia ser a imagem da Igreja em luta nos mares deste mundo, em plena noite, visando desembarcar nas margens do Reino Eterno

Monsenhor João S. Clá Dias, EP,
Fundador dos Arautos do Evangelho

 

 

Depois da multiplicação dos pães, 22 Jesus mandou que os
discípulos entrassem na barca e seguissem, à sua frente, para o
outro lado do mar, enquanto Ele despediria as multidões.

Se Jesus tivesse permanecido em meio à multidão, junto com seus discípulos, provavelmente estes se deixariam influenciar pela exaltação de todos. Pois, era também deles o sonho de libertação do jugo romano e de conquista do mundo inteiro.

Se, por outro lado, Ele partisse com seus discípulos para outras bandas, a febricitação das turbas não faria senão incrementar-se e, de repente, poderia arrebentar uma revolução na própria Galileia. A História nos ensina como essas ocasiões levam, às vezes, a verdadeiros incêndios cujas chamas tudo devoram.

Continue lendo “Até onde deve chegar nossa fé”

XI Peregrinação Nacional à Aparecida

Participe da Romaria virtual do Apostolado do Oratório à Aparecida.

Amanhã, 08 de agosto, sábado às 12:00h, celebrada por sua Excelência Reverendíssima Dom Benedito Beni dos Santos e concelebrada por Padres Arautos do Evangelho. Una-se a milhares de filhos de Nossa Senhora e participe deste momento de louvor, na casa da Rainha do Brasil.

Para participar é fácil, acesse aqui: inscrição para a romaria e faça a sua inscrição.

Vamos todos estar na Basílica, junto à imagem milagrosa de Nossa Senhora Aparecida.

Compartilhe com seus grupos, famliares e amigos.  ♦

 

Onde e quando Nossa Senhora morreu?

🌷Onde e quando Nossa Senhora morreu?🌷

Esse foi o tema da  live do Padre Alex de ontem e, graças a Nossa Senhora, foi um grande sucesso, suscitando perguntas, interações e esclarecendo muitas dúvidas.

Se você quiser conhecer mais sobre o tema, bem como ser íntimo de Nossa Senhora, conhecê-la e amá-la mais, acesse nossa Plataforma Reconquista e se inscreva no curso. Você tem muito a ganhar.

Acesse e faça a sua inscrição: Seja íntimo de Nossa Senhora.

Cinco pães, dois peixes, mais Jesus…

XVIII Domingo do Tempo Comum

Ao realizar o milagre da multiplicação dos pães, Jesus tinha em vista não só alimentar aquela grande multidão, mas também ― finalidade muito mais elevada ― preparar as almas para aceitarem a Eucaristia

Mons. João S. Clá Dias, EP

 

Esquecido de Si, Cristo Se preocupava com os outros

13b Mas, quando as multidões souberam disso, saíram das cidades
e O seguiram a pé. 14 Ao sair do barco, Jesus viu uma grande
multidão. Encheu-Se de compaixão por eles e curou os que
estavam doentes.

Tomadas de admiração pela verdade, bondade e beleza que emanavam do Mestre, as pessoas O seguiam sem preocupações triviais, motivadas pelo anseio de conviver com Ele, de ouvir seus ensinamentos e presenciar seus milagres. Recebiam inefáveis graças de consolação e de fervor, de modo que não mediam distâncias nem sacrifícios. Nessa ocasião, deslocaram-se apressadamente a pé, pelas margens do Mar da Galileia, enquanto Jesus fazia o percurso em um barco para poder Se isolar algum tanto.

Continue lendo “Cinco pães, dois peixes, mais Jesus…”

Meditação do Primeiro Sábado agosto 2020


Assunção de Nossa Senhora. A plenitude de nossa Mãe, Rainha e Advogada. No cumprimento de nossa Comunhão Reparadora do Primeiro Sábado, pedida por Nossa Senhora em Fátima, meditaremos em agosto o 4º Mistério Glorioso: A Assunção de Nossa Senhora. No dia 15 de agosto a Igreja celebra a Assunção de Nossa Senhora em corpo e alma ao Céu. Esta é a festa da plenitude de Nossa Senhora, da sua chegada à Glória eterna, com todo o esplendor que Lhe é devido.

Continue lendo “Meditação do Primeiro Sábado agosto 2020”