Súplica a Nossa Senhora do Amparo

A oração é o mais seguro caminho que nos conduz à salvação. E o primeiro fundamento para compreendermos este valor da oração, no plano da Providência, é considerar como Deus deseja ser, Ele mesmo, o nosso Cirineu


Oração para a semana

Ó Santa Senhora do Amparo, ponde em minha alma, totalmente carecedora de méritos e de forças, uma graça pela qual este vosso escravo confie em Vós cegamente durante a vida inteira. Uma graça que faça desta confiança cega o caminho pelo qual ele realize sua vocação, e chegue até Vós no Reino de Maria e no Reino dos Céus.

Vós bem sabeis que incontáveis vezes este escravo Vos será infiel. Ponde, porém, em minha alma a convicção de que, de antemão, lhe perdoastes tudo, já perdoastes até o inimaginável, e de que depois de cada miséria, Vós abrireis para mim as portas de uma misericórdia nova, mais suave, mais rica e mais insondável do que a anterior. Assim seja. ♦

(Plínio Corrêa de Oliveira. Composta em 4/9/1970)

Sublime misericórdia do amor materno

Gostaria de chamar a atenção para o significado da palavra “mãe” e o alcance concreto que ela possui na questão da confiança

Monsenhor João Scognamiglio Clá Dias, EP. Fundador dos Arautos do Evangelho

Aquilo que sempre tornou sublime os laços entre a mãe autêntica e seu filho reside no fato de que ela, por sua natureza retamente desenvolvida, é levada a ter uma forma de dedicação à sua prole que nem o pai possui. Este, mesmo que seja ótimo, conserva em relação ao filho uma espécie de austeridade, pois representa de modo mais vigoroso certos princípios como a justiça, a ordem, a força, etc., mais próprio do elemento punitivo do casal.

Já o característico da mãe é demonstrar uma forma de carinho tal pelo filho que, mesmo nas ocasiões em que se impõe a ela admoestar o seu rebento, ela o faz mais suave e lentamente. Pelo contrário, é mais rápida em perdoar, em condescender, em esquecer, porque representa quase que só a misericórdia.

Continue lendo “Sublime misericórdia do amor materno”

Meditação do Primeiro Sábado de agosto 2018

4º Mistério Glorioso
Assunção de Nossa Senhora

A misericórdia que preenche os espaços entre o Céu e a Terra

Assunção de Nossa Senhora. Pinacoteca do Museu Vaticano, Roma – Itália

COROADA COMO RAINHA AO LADO DO REI

Em 1950 o Papa Pio XII proclamou o Dogma da Assunção de Nossa Senhora, declarando ser verdade revelada que a Virgem Maria “terminado o curso da vida terrena, foi assunta à glória celeste em alma e corpo”.

Suprema glória no Céu

Quem será capaz de expressar em palavras com quanta honra e com quanta alegria foi Maria recebida no Céu? Porque quanto maior graça alcançou Ela na Terra sobre todas as demais criaturas, outro tanto mais obtém também nos Céus de glória. E se o olho não viu nem o ouvido ouviu, nem cabe no coração humano o que tem Deus preparado para os que O amam, quem poderá dizer o que reservou Ele para Aquela que O engendrou e O amou mais que todos os homens?

“Louvor e glória ao Deus Altíssimo que vos conferiu, ó Maria, maior graça que a todas as filhas dos homens que no mundo existiram! ”, exclama o piedoso autor da “Imitação de Cristo”, acrescentando: “E logo colocou vosso assento junto ao trono de vosso Filho no Reino dos Céus, no lugar mais eminente, sobre todos os coros de Anjos e de Santos, que Ele vos havia preparado, com requinte de beleza, desde toda a eternidade.”

Esplendor superior ao de todos os astros do universo

No dia de sua Assunção, o esplendor de Maria superou ao do próprio sol e o dos outros astros do firmamento. Tendo sido Maria superior aos patriarcas na firmeza da fé, aos profetas na contemplação das coisas divinas, aos apóstolos no zelo da honra de Deus e do bem das almas, aos mártires na virtude da fortaleza, aos santos padres na sabedoria, aos confessores na paciência e na mansidão, às virgens na pureza e a todos na santidade, havendo correspondido em grau eminentíssimo à graça e praticado todas as mais preciosas virtudes, por isso, no dia de sua Assunção, apareceu Ela com vestido bordado de ouro, engalanada com vários adornos, sentada à direita do Altíssimo e coroada Rainha de todos os Santos.

clique acima e baixe o texto da Meditação

Veja também: Como rezar bem o Rosário

Há um ano em julho de 2017

Lembrai-Vos, Virgem Santíssima, de que, quando Vós batestes em minha porta, eu não apenas a abri, mas a escancarei para que o vosso Oratório estivesse em minha casa*

Ir. Mozart Ramiro, EP

Os melhores momentos de nossas vidas são aqueles nos quais somos objetos da misericórdia divina, quando a graça de Deus, obtida pelas orações de Nossa Senhora, nos alcança e nos toca profundamente.

E nós, missionários dos Arautos do Evangelho, testemunhamos esses momentos no dia a dia, sempre que vemos essas graças baterem à porta de tantas famílias, ao serem convidadas a receber em suas casas o Oratório do Imaculado Coração de Maria.

Pe. Alessandro Malaquias coroa a Imagem Peregrina na Paróquia São João Batista em Cariacica

E foi isso que se deu há um ano nas cidades de Vitória, Serra e Cariacica no Estado do Espírito Santo.

Aqui deixamos nossos cumprimentos – repletos de saudades – aos párocos, coordenadores e a todas as famílias que, no decorrer deste ano, passaram a conviver com a presença maternal, suave e benfazeja da Mãe de Deus em suas casas.

Esperamos nos reencontrar em breve, sempre unidos no Imaculado Coração de Maria.

Pe. Renato de Jesus entrega Oratório na Paróquia Nossa Senhora da Ressurreição em Vitória
Benção dos novos Oratórios pelo Pe. Fabio Vanderlei na Paróquia São José Anchieta em Serra
 Clique nas fotos abaixo para visualizá-las em tamanho grande

*Trecho da Oração Composta por Monsenhor João Clá para os grupos de Oratório

Veja também: Eis que estou à porta e bato

A devoção a Nossa Senhora na alma de Plinio Corrêa de Oliveira II

Quem ainda não teve o seguinte pensamento: “Será que Deus ouvirá a minha oração? Será que Ele me perdoará? Afinal sou pecador, reincidente e tão cheio de defeitos. Será que mereço a misericórdia dEle? Haverá uma solução para minha situação? E com essas dúvidas ficamos em risco de cair na pior das tentações: o desânimo

Plinio Correa de OliveiraOuçamos no áudio abaixo Dr. Plinio tratando sobre isso e nos indicando a resposta, a qual ele mesmo obteve quando menino, e que já descrevemos em post anterior, onde ele nos conta a graça imensa que recebeu e que o deixou “calmo para a vida inteira”

clique no play acima para ouvir

Veja também: O comentário de Dr. Plinio à oração do “Lembrai-Vos”