A origem do Canto Gregoriano

A Santa Igreja comemora dia 03 a memória do Papa São Gregório Magno. Foi este grande Papa que reuniu e condensou os cânticos litúrgicos existentes até então, naquilo que hoje se chama de canto gregoriano e que tornou-se a voz oficial da Igreja

Ir. Alcidio Miranda, EP

Era meados do século VI, Roma vivia uma série de tragédias: bárbaros vindos do ocidente, tempestades climáticas intermináveis e a peste que assolava a população.

Em meio a trevas e tormentas Deus faz brilhar uma luz: um homem providencial seria proclamado Papa, assumindo corajosamente o trono de Pedro e conduzindo a Igreja e a Europa ao encontro de Cristo.

Continue lendo “A origem do Canto Gregoriano”

O significado da Quaresma

Com a Quarta-feira de Cinzas, iniciamos o tempo da Quaresma. Um período dedicado à reflexão e à conversão

 

Altar da Basílica de Nossa Senhora do Rosário dos Arautos do Evangelho – Caieiras/SP

Neste período que estamos iniciando, há alguns pontos que nos ajudarão a viver melhor este tempo de penitência. Por isso, transcrevemos abaixo a palavra de nosso assistente espiritual, onde dirige alguns conselhos para os participantes do Apostolado do Oratório do Imaculado Coração de Maria.

Continue lendo “O significado da Quaresma”

Dezoito anos de fidelidade à Santa Sé – parte I

A fidelidade à Santa Igreja tornou os Arautos do Evangelho uma
instituição em pleno desenvolvimento no mundo inteiro

Ir. Carmela Werner Ferreira, EP

Membros dos Arautos do Evangelho em Roma nas comemorações da Aprovação Pontifícia, em 2001

Escolhido para proclamar a Boa-Nova entre os gentios, o Apóstolo Paulo foi preparado de maneira direta pela Providência para o cumprimento de uma alta missão.

Continue lendo “Dezoito anos de fidelidade à Santa Sé – parte I”

A família católica, viveiro de vocações

Hoje, mais do que em qualquer outra era histórica, a Igreja tem urgente necessidade de famílias santas para vencer a grave crise pela qual atravessa

Pe. Francisco Teixeira de Araújo, EP

XIV Congresso Internacional de Cooperadores dos Arautos do Evangelho – agosto/2018

Ninguém pode negar o fundamental papel da família para o florescimento dos chamados ao sacerdócio e à vida religiosa, nem o fato de uma das principais causas da atual crise de vocações ser o escasso número de casais que rezam junto com seus filhos, ensinam-lhes o papel da Religião nas suas vidas e os convidam com o próprio exemplo a praticar os Mandamentos.

Nas famílias onde o pai e a mãe, embora se dizendo cristãos, vivem como se Deus fosse um ente “con il quale o senza il quale, il mondo va tale quale”* não surgem vocações religiosas. Ou, pior ainda, nascem e começam a desabrochar, mas logo murcham por faltar-lhes as condições para se tornarem o belo fruto que estavam chamadas a ser.

Continue lendo “A família católica, viveiro de vocações”

Apaga-se a luz da razão!

Quando a poesia se soma à súplica orante e a teologia, em termos que atingem todos os fiéis, dos mais instruídos aos mais simples, torna-se especialmente atraente, pastoral e útil

Pe. Rafael Ramón Ibarguren Schindler*, EP

Altar da Basílica Nossa Senhora do Rosário dos Arautos do Evangelho

É nessa composição (poesia, suplica e teologia) que se reúnem os transcendentais do ser, assim chamados por São Tomás de Aquino: a unidade, a verdade, o bem e a beleza, que em latim chamamos de unum, verum, bonum e pulchrum.

Continue lendo “Apaga-se a luz da razão!”

Oratório gigante no Paraguai

“Ninguém acende uma vela e a coloca debaixo de uma vasilha. Pelo contrário, coloca-a no lugar apropriado, e assim ilumina a todos os que estão na casa” (Mateus 5:15)

Pe. Jorge Gustavo Antonini, EP


Vila do Rosário foi fundada em 1787 e fica a 225 km de distância da capital Assunção

Em Vila do Rosário de Kuarepotí um Oratório iluminado, de 2 metros de altura, dá as boas vindas a quem chega nessa simpática cidade do Paraguai.

A bênção de inauguração do oratório gigante foi feita em conjunto pelo vigário paroquial, Pe. Arnaldo Loureiro Chinacuete e pelo Superior local dos Arautos do Evangelho, Pe. Rafael Ibarguren.

A obra é uma iniciativa da Pastoral do Oratório, que conta com 10 grupos que recebem a imagem de Maria em suas casas.

Assim, a pequena cidade de 12.000 habitantes está abençoada e protegida pela figura maternal de Nossa Senhora.


Este slideshow necessita de JavaScript.

Veja também:

Apostolado do Oratório na Polônia
Notícias do Apostolado do Oratório de Ruanda