Antes e depois de Maria

Solenidade de Nossa Senhora Aparecida

Uma nova era na espiritualidade do gênero humano se inicia publicamente com o milagre das Bodas de Caná. Além de conferir ao casamento um altíssimo significado, Jesus inaugura a mais excelente via para se obter o perdão e a graça: confiar na mediação e na onipotência suplicante de Maria

Monsenhor João S. Clá Dias, EP, Fundador dos Arautos do Evangelho e do Apostolado do Oratório


I – Antecedentes

“Jesus fez ainda muitas outras coisas. Se fossem escritas uma por uma, penso que nem o mundo inteiro poderia conter os livros que se deveriam escrever” (Jo 21, 25).

Riqueza teológica do Evangelho de São João

Assim termina São João o quarto Evangelho, o de sua lavra. Quando o escreveu, por certo já conhecia — e de há muito — os três anteriores. Daí seu empenho em completá-los nos detalhes e aspectos mais necessários para os dias de sua divulgação. Na Ásia Menor, onde se espraiava a Igreja nascente, pululavam os erros de uma perigosa gnose ameaçadora da boa e sã doutrina deixada em herança por Jesus aos seus discípulos. Nessas circunstâncias, importava antes de tudo provar a divindade de Nosso Senhor, o Messias.

Continue lendo “Antes e depois de Maria”

Consagração do Brasil a Nossa Senhora Aparecida

Rainha e Padroeira do BrasilRainha e Padroeira do Brasil

Ó Maria imaculada, Senhora da Conceição Aparecida, aqui tendes prostrado diante da vossa milagrosa imagem o Brasil, que vem de novo consagrar-se à vossa maternal proteção.

Escolhendo-vos por especial padroeira e advogada da nossa pátria, nós queremos que ela seja inteiramente vossa.

Continue lendo “Consagração do Brasil a Nossa Senhora Aparecida”

A Comunhão Reparadora do Primeiro Sábado no Brasil

Ao ver as fotos das celebrações do Primeiro Sábado pelo Brasil lembrei das palavras de São Tomás de Aquino, citadas por Dr. Plínio em artigo deste blog “Nossa Senhora do Rosário, uma festa de glória!”

Pe. Mário Beccar Varela, EP

São Tomás define a glória como sendo o efeito que se volta para sua causa e a louva. 

E Dr. Plinio completa afirmando sobre a glória de Nossa Senhora: “louva Maria Santíssima quem vive de acordo com as virtudes das quais Ela deu exemplo, e pratica essas virtudes com o intuito de honrá-La.” Perfeito!

Continue lendo “A Comunhão Reparadora do Primeiro Sábado no Brasil”

Varão católico apostólico romano!

Neste 03 de outubro lembramos com grande afeto e muitas saudades o falecimento de Dr. Plínio Corrêa de Oliveira, grande líder católico, orientador e mestre espiritual de Mons. João S. Clá Dias. Transcrevemos neste artigo um pensamento seu a respeito de “ser católico”, o que para ele, ser batizado e pertencer à Igreja, era mais importante que a própria vida

Em virtude de uma graça especial concedida por Deus, à medida que eu conhecia a Igreja, a ela me unia sem discutir, com uma adesão serena e profunda.

E quando soube haver gente que colocava em dúvida a divindade e a própria existência de Nosso Senhor, pensei: “Mas terão perdido o bom senso? Basta considerar uma imagem piedosa d’Ele, para perceber tratar-se de uma realidade. Para alguém poder inventá-Lo, precisaria ser maior do que Ele. Ora, ninguém pode ser maior que Jesus Cristo; portanto, não foi inventado”.

Continue lendo “Varão católico apostólico romano!”

XV Peregrinação Nacional do Apostolado do Oratório de Guatemala

No domingo, 22 de setembro de 2019, realizou-se uma procissão pelas ruas de Antigua, Guatemala, a partir da Igreja de Jocotenango, até chegar ao Santuário de Santo Irmão Pedro, apóstolo do país

A jornada de três quilômetros que durou 4 horas passou pela Igreja das Mercês, a Catedral, onde em sua vigília o pároco nos deu uma bênção especial. A Imagem do Imaculado Coração de Maria foi levada em um belo andor florido com centenas de rosas que formaram um tapete vermelho, o qual contrastava com o tom claro da Imagem. Doze pessoas carregaram o andor, em 52 turnos, atingindo um total de 624 pessoas.

Continue lendo “XV Peregrinação Nacional do Apostolado do Oratório de Guatemala”

Bem Aventurados os pés que evangelizam!

Há exatos três anos falecia o nosso irmão de vocação, o Diácono Ricardo Zanatelli. Missionário da Cavalaria visitou lares, entregou oratórios, levando a presença de Nossa Senhora por onde passou e sempre irradiando uma alegria interior que só possui aqueles que têm a consciência tranquila e que vivem na graça de Deus

“Beati mortui qui in Domino moriuntur”. “Bem-aventurados os mortos que morrem no Senhor” (Apoc 12, 13). De fato, para aqueles que vivem na graça de Deus, a morte não consiste num desastre, mas numa passagem para a verdadeira vida. ♦

Continue lendo “Bem Aventurados os pés que evangelizam!”