São Paulo, prefigura dos apóstolos dos últimos tempos

O Apóstolo, digno desse título pelo seu zelo e heroísmo extraordinários na evangelização dos povos, sobrepujando talvez a dedicação dos primeiros escolhidos pelo próprio Nosso Senhor. São Paulo se transformou nesse ardoroso discípulo de Cristo, após uma espetacular conversão, cuja festa a Igreja celebra em 25 de janeiro.

Por Plínio Corrêa de Oliveira

No caminho de Damasco

Para recordá-lo, creio ser oportuno ler e comentar o seguinte trecho dos Atos dos Apóstolos:

“Enquanto isso, Saulo só respirava ameaças e morte contra os discípulos do Senhor. Apresentou-se ao príncipe dos sacerdotes, e pediu-lhe cartas para as sinagogas de Damasco, com o fim de levar presos a Jerusalém todos os homens e mulheres que achasse seguindo essa doutrina. Durante a viagem, estando já perto de Damasco, subitamente o cercou uma luz resplandecente vinda do céu.

Caindo por terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? Saulo disse: “Quem és, Senhor?” Respondeu ele: “Eu sou Jesus, a quem tu persegues. Duro te é recalcitrar contra o aguilhão”. Então, trêmulo e atônito, disse ele: “Senhor, que queres que eu faça?” Respondeu-lhe o Senhor: “Levanta-te, entra na cidade. Aí te será dito o que deves fazer.” (Atos 9, 1-6)

O espírito dos Apóstolos dos Últimos Tempos

Seria o caso de nos perguntarmos o quê devemos pedir a São Paulo nesta festa de sua conversão.

Nossa Senhora lhe obteve o dom de uma santa firmeza, porque à frente dele se erguiam muitos obstáculos a serem derrubados. Era uma época de luta, na qual se tornava necessário extirpar o paganismo. Creio que seria de todo conveniente pedirmos para nós esse santo vigor, em todos os sentidos da palavra, a fim de batalharmos contra nossos defeitos morais e más inclinações, assim como para enfrentarmos a Revolução, hoje em seu auge e muito mais poderosa do que foi o paganismo no tempo do Império Romano.

Donde poder-se compreender que os apóstolos dos últimos tempos tenham uma rigidez a la São Paulo. Aliás, é curioso, mas sob alguns aspectos este pode ser considerado uma prefigura deles. Lendo-se a Oração Abrasada de São Luís Grignion de Montfort, e aplicando-a ao Apóstolo dos Gentios, percebe-se que as analogias são imensas e uma série de coisas se reportam umas às outras, admiravelmente.

Aí temos algumas considerações a respeito de São Paulo, e ser-nos-ia lícito acrescentar mais uma.

É significativo que, numa cidade fundada no dia da conversão dele e batizada com seu nome, haja surgido nosso movimento e daqui se irradie para outros países. Tem-se a impressão de ser desejo do Apóstolo São Paulo que os nascidos nessa cidade tomem tal iniciativa.

Por outro lado, o que outrora se chamou “espírito paulista” possuía qualquer coisa do vigor, da força, intrepidez, iniciativa, do senso organizativo próprio àqueles que devem desenvolver uma ampla e firme ação num certo sentido universal. Os bandeirantes, assim como os autênticos paulistas, manifestavam qualidades naturais que eram símbolos daquelas que um membro de nosso grupo deve ter no plano sobrenatural.

Não convém tirar disso grandes conclusões, porque tais coincidências na História não são raras. Mas, em todo o caso, pode-se fazer uma interrogação ou conjectura: não haverá nisso um pouco mais do que uma coincidência? É bem possível.

Lembremo-nos, portanto, de rezarmos de modo muito particular a São Paulo nessa sua festa, rogando-lhe alcançar-nos o espírito dele, ou seja, o espírito dos apóstolos dos últimos tempos. ⚜️


amor aparecida apostolado apostolado do oratório arautos do evangelho arautos sacerdotes cidades comentario ao evangelho comunhão reparadora comunidade coordenadores Cristo deus devoção encontro eucaristia evangelho familias fátima grupos do oratorio heraldos del evangelio igreja imaculado coração de maria jesus liturgia maria meditação missa missao mariana Monsenhor João Clá Dias natal Nossa Senhora nossa senhora de fátima nosso senhor Notícias o inédito sobre os evangelhos oratório oração paróquia peregrinação Plinio Correa de Olivieira primeiro sábado santa missa santíssima virgem

Deixe uma resposta