Eucaristia, nova e eterna Páscoa

A vigília pascal é a celebração central e mais solene do calendário litúrgico. É uma comemoração jubilosa de toda a história da salvação, na qual o mistério da nossa redenção é renovado

Pe. Rafael Ramón Ibarguren Schindler*, EP

Cerimônia de vigília pascal na Basílica Nossa Senhora do Rosário de Fátima dos Arautos

 Na realidade, cada missa também torna esse mistério presente e completo. Mas naquela noite sagrada acontece a chamada “mãe de todas as vigílias” … e de toda a Eucaristia.

O que significa a palavra “Páscoa”? Significa “passagem”. Esta palavra se identifica com a passagem do povo de Israel da escravidão do Egito para a terra prometida, um sinal, por sua vez, da passagem da morte e do pecado para a nova vida em Cristo.

Continue lendo “Eucaristia, nova e eterna Páscoa”

Nós éramos como Deus!

Gaudium Press. Por Padre Rafael Ibarguren EP – Assistente Eclesiástico das Obras Eucarísticas da Igreja. À medida que a humanidade se afunda gradualmente na incerteza e não se vislumbra como e quando as coisas vão seguir seu caminho, os direitos das pessoas são enfraquecidos e a barbárie ganha as ruas – nos Estados Unidos e em outros lugares – voltemos nossa atenção para verdades transcendentes e oxigenemos a alma.

Continue lendo “Nós éramos como Deus!”

A Eucaristia, eixo da piedade católica

Por Padre Rafael Ramón Ibarguren Schindler*, EP. No blog dos Arautos do Evangelho da Colômbia** encontrei um escrito maravilhoso sobre o Santíssimo Sacramento e quero compartilhar aqui com todos, uma vez que neste dia 11 celebraremos a Solenidade de Corpus Christi.

O texto reproduz trechos de uma conferência de um declarado adorador, o Professor Plínio Corrêa de Oliveira. Já que a matéria apresenta um grande interesse, reproduzo trechos significativos.

Continue lendo “A Eucaristia, eixo da piedade católica”

Pedra de escândalo e remédio para viver

Por Padre Rafael Ibarguren EP. Algo muito preocupante está, com toda razão, na mente de todos… enquanto parece se ignorar o melhor remédio que, junto com as medidas de prevenção, não pode faltar: a oração, a penitência, a mudança de vida, o Pão da Vida. Enquanto isso, missas são suspensas, santuários e igrejas fechadas, reuniões proibidas, a confissão e comunhão pascal – único recurso anual de muitíssimos fiéis – se tornam difíceis ou impossíveis; “Senhor, a quem vamos acudir?” (Jo 6, 69). Entretanto, nos sacrários, como na barca do mar da Galileia durante a tempestade, Jesus “dorme” e não “desperta”, nem sequer à distância…

Continue lendo “Pedra de escândalo e remédio para viver”