Oração a São Judas Tadeu

O Apóstolo São Judas Tadeu, conhecido como o santo das causas impossíveis, era primo de Nosso Senhor Jesus Cristo e irmão de São Tiago Menor

Ir. Jurandir Bastos, EP

Eusébio de Cesareia, pai da história da Igreja, se refere a ele como sendo o noivo das Bodas de Caná. Embora não seja possível confirmar tal afirmação, ele, de fato, nasceu em Caná da Galileia. Coube a este valoroso intercessor evangelizar Israel, Arabia, Síria, Armênia, Mesopotâmia  e Pérsia.

Numa de suas aparições a Santa Brígida da Suécia, Nosso Senhor afirmou que nas situações difíceis podemos recorrer a São Judas Tadeu, que está sempre pronto a nos ajudar com sua eficaz intercessão. Pensando em tal promessa, e na data em que a Igreja homenageia o Apóstolo cananeu, publicamos para os nossos leitores a oração abaixo:

Continue lendo “Oração a São Judas Tadeu”

Santa Margarida Maria Alacoque e as promessas do Sagrado Coração de Jesus

A mensagem da qual Santa Margarida Maria Alacoque foi portadora mostraria à humanidade, de um modo nunca antes imaginado, a insondável intensidade do amor que Ele tem a cada um de nós. Acompanhe nesse breve vídeo quais as doze promessas do Sagrado Coração de Jesus

Ir. Carlos Eduardo, EP

 

Continue lendo “Santa Margarida Maria Alacoque e as promessas do Sagrado Coração de Jesus”

Santa Teresinha do Menino Jesus!

Na tarde de 30 de setembro de 1897, uma cena inesquecível desdobrava-se na enfermaria do Carmelo de Lisieux. Cercada de toda a comunidade ajoelhada em torno de seu leito de dores, Santa Teresinha do Menino Jesus, fitando os olhos no crucifixo, pronunciava suas últimas palavras nesta terra de exílio

– Oh! eu O amo… Meu Deus… eu… Vos amo!

Subitamente, seus amortecidos olhos de agonizante recuperam vida e fixam-se num ponto abaixo da imagem de Nossa Senhora. Seu rosto retoma a aparência juvenil de quando ela gozava de plena saúde. Parecendo estar em êxtase, ela fecha os olhos e expira. Um misterioso sorriso aflora-lhe aos lábios e aumenta a formosura de sua fisionomia.

“Eu não morro, eu entro na Vida”, havia ela escrito poucos meses antes.

Continue lendo “Santa Teresinha do Menino Jesus!”

A origem do Canto Gregoriano

A Santa Igreja comemora dia 03 a memória do Papa São Gregório Magno. Foi este grande Papa que reuniu e condensou os cânticos litúrgicos existentes até então, naquilo que hoje se chama de canto gregoriano e que tornou-se a voz oficial da Igreja

Ir. Alcidio Miranda, EP

Era meados do século VI, Roma vivia uma série de tragédias: bárbaros vindos do ocidente, tempestades climáticas intermináveis e a peste que assolava a população.

Em meio a trevas e tormentas Deus faz brilhar uma luz: um homem providencial seria proclamado Papa, assumindo corajosamente o trono de Pedro e conduzindo a Igreja e a Europa ao encontro de Cristo.

Continue lendo “A origem do Canto Gregoriano”

“O Anjo guardião do Paraíso”

Quero que o último ato de meu intelecto e o último pulsar de meu coração seja um brado de amor e fidelidade ao Papado”, costumava repetir Dr. Plinio até seus derradeiros dias. Sentimento que transparece nas palavras aqui transcritas, com as quais recorda a figura de um dos maiores Pontífices que já ocuparam a Cátedra de Pedro: São Pio X, cuja festa se celebra no dia 21 de agosto

Homem de origem assaz modesta, o Cardeal Sarto (em italiano, sarto quer dizer alfaiate) nasceu na pequena aldeia de Riese, na qual até hoje se conservam a casa em que ele veio ao mundo e todas as lembranças de sua história desde menino. Riese tornou-se um lugar de peregrinação. Adolescente, Giuseppe Sarto deixou o lar paterno para ingressar no seminário da diocese de Treviso. Depois de completar seus estudos em Pádua, foi ordenado sacerdote, e, três décadas mais tarde, sagrado Bispo de Mântua. Em 1893 tornou-se Cardeal e Patriarca de Veneza, de onde partiu para ser eleito Papa.

Continue lendo ““O Anjo guardião do Paraíso””

Os 80 anos de Monsenhor João S. Clá Dias

No dia 15 de agosto Monsenhor João S. Clá Dias, fundador dos Arautos do Evangelho, completa 80 anos. Quais os frutos de tão longa existência? Dizia o Professor Plinio Corrêa de Oliveira que na vida de um homem virtuoso as idades devem ser somadas: A inocência deve somar-se ao arrojo e a generosidade da juventude. Nessa perspectiva compreende-se melhor a vida de Monsenhor e sua obra: Seus filhos espirituais, os Arautos do Evangelho