A Apresentação do Menino Jesus e a Purificação de Maria Virgem

Festa da Apresentação do Senhor 

No Templo, Jesus Se oferece ao Pai para resgatar os homens, por meio de Maria, e também por Ela é entregue à Igreja, nas mãos do velho Simeão

Mons. João S. Clá Dias, Fundador dos Arautos do Evangelho

22 Quando se completaram os dias para a purificação da Mãe e do Filho, conforme a Lei de Moisés, Maria e José levaram Jesus a Jerusalém, a fim de apresentá-Lo ao Senhor. 23 Conforme está escrito na Lei do Senhor: “Todo primogênito do sexo masculino deve ser consagrado ao Senhor”. 24 Foram também oferecer o sacrifício — um par de rolas ou dois pombinhos — como está ordenado na Lei do Senhor. 25 Em Jerusalém, havia um homem chamado Simeão, o qual era justo e piedoso, e esperava a consolação do povo de Israel. O Espírito Santo estava com ele 26 e lhe havia anunciado que não morreria antes de ver o Messias que vem do Senhor. 27 Movido pelo Espírito, Simeão veio ao Templo. Quando os pais trouxeram o Menino Jesus para cumprir o que a Lei ordenava, 28 Simeão tomou o Menino nos braços e bendisse a Deus: 29 “Agora, Senhor, conforme a tua promessa, podes deixar teu servo partir em paz; 30 porque meus olhos viram a tua salvação, 31 que preparaste diante de todos os povos: 32 luz para iluminar as nações e glória do teu povo Israel”.

Continue lendo “A Apresentação do Menino Jesus e a Purificação de Maria Virgem”

31 de Janeiro, Festa de São João Bosco

São João Bosco, com sua obra das vocações sacerdotais, deu à Igreja mais de dez mil padres, e por todo o mundo espalharam-se os seus oratórios: no Tirol, na Sicília, na França e na América


João Bosco era filho de Francisco Bosco e de Margarida Occhiena, simples aldeões de Murialdo, lugar situado na província de Turim, onde o anjo da família salesiana nasceu a 15 de agosto de 1815.

Aos dois anos, morreu-lhe o pai e, Margarida encarregou-se da educação do filho, inspirando-lhe a sobriedade, o amor ao trabalho e o gosto da oração. Ansioso de instrução, senhor de ótima memória e de grande espírito de observação, ajudado pelo cura da paróquia Padre Calosso, que lhe administrou algumas lições de gramática, foi João crescendo em ciência a pouco e pouco.

Continue lendo “31 de Janeiro, Festa de São João Bosco”

Radical mudança de padrões no relacionamento divino e humano

IV Domingo do Tempo Comum

No Sermão da Montanha, Nosso Senhor ensinou uma nova forma de relacionamento diametralmente oposta aos princípios e costumes vigentes no mundo antigo. À crueldade e à dureza de trato, veio contrapor a lei do amor, da bondade e do perdão, belamente sintetizada nas oito Bem-aventuranças.

Por Mons. João S. Clá Dias, EP

Naquele tempo: 1 Vendo Jesus as multidões, subiu ao monte e sentou-Se. Os discípulos aproximaram-se, 2 e Jesus começou a ensiná-los: 3 “Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus. 4 Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados. 5 Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a Terra. 6 Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. 7 Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. 8Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus. 9Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus. 10 Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus. 11 Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e mentindo disserem todo tipo de mal contra vós, por causa de Mim. 12a Alegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos Céus” (Mt 5, 1-12a).

Para fazer a solene proclamação de sua doutrina, não escolheu Jesus uma sinagoga, nem sequer o Templo. Proferiu essas oito magistrais sentenças ao ar livre, numa pequena meseta situada na margem noroeste do Mar de Tiberíades, perto de Cafarnaum.

Continue lendo “Radical mudança de padrões no relacionamento divino e humano”

Meditação do Primeiro Sábado fevereiro 2023

IV Mistério Gozoso
Apresentação do Menino Jesus no Templo
Humildade e obediência à vontade do Senhor

Introdução

Para cumprir nossa devoção do Primeiro Sábado, meditaremos em fevereiro o 4º Mistério Gozoso: A apresentação do Menino Jesus no Templo e a purificação de Nossa Senhora. Ainda recém-nascido, Nosso Senhor é oferecido pelas mãos de Maria ao Pai Eterno, em nome de todo o gênero humano, pela remissão dos nossos pecados. Entre todos os sacrifícios realizados no templo de Jerusalém, este foi sem dúvida o mais agradável a Deus.

Continue lendo “Meditação do Primeiro Sábado fevereiro 2023”

⚜️ Conversão de São Paulo ⚜️

arraste as fotos para o lado para visualizar

No dia 25 de janeiro a Igreja comemora um dos maiores acontecimentos de sua história: A conversão do Apóstolo São Paulo.

Este fato inaugurou uma nova fase na vida dos primeiros cristãos, onde a boa nova do Evangelho começou a ser anunciada também aos povos pagãos de todo o mundo. Nesta mesma data, São José de Anchieta, 15 séculos mais tarde, fundaria uma cidade que veio a ser uma das maiores do mundo, debaixo da proteção do mesmo Apóstolo São Paulo.

Que São Paulo nos abençoe e proteja a todos!