Santo Antonio, virtudes e aspectos pouco conhecidos

Em 13 de junho as igrejas de todas as nações, do ocidente pelo menos, se encherão de fiéis para comemorar sua festa e por toda parte as imagens do grande Santo serão expostas para objeto de veneração dos fiéis

Por alguns ele é chamado de Santo Antônio de Lisboa, cidade onde nasceu. Outros preferem chamá-lo de Santo Antônio de Pádua, lembrando a cidade onde exerceu suas funções e nas cercanias da qual morreu. Cada um desejando a glória de que o Santo tenha sido de sua cidade.

Santo Antonio viveu no século XIII e, para a glória da Ordem Franciscana e de toda a Igreja, é um dos santos mais populares do mundo.

Entretanto, apesar de muito popular, há certos aspectos da vida deste santo que são pouco conhecidos. Seguem  abaixo alguns relatos históricos, que ressaltam ainda mais a beleza, o vigor e a amplitude de sua atuação, já tão bela, rica e repleta de exemplos.

Eloquente pregador

Santo Antonio pregou em Portugal, na África, na Itália e na França. Seu zelo levava-o a interessar-se por qualquer um que estivesse sem conhecimento da verdade católica.

De tal maneira cativava as multidões com sua eloquência, que seus ouvintes, vindos de todas as partes, esqueciam-se do tempo e de suas ocupações e, tocados profundamente, punham-se com decisão a odiar os seus pecados.

Milagres

São incontáveis os “sinais e prodígios” que Deus manifestou através de Santo Antonio.

Santo Antonio de Pádua – detalhe Giotto – Legend of St Francis: Apparition at Arles – 1297-1300

Em 1224, o santo religioso foi enviado a pregar no sul da França, onde se alastrava a heresia cátara ou albigense. Durante três anos percorreu as cidades de Montpellier, Toulouse, Le Puy e Limoges, levando-lhes a luz da verdadeira Fé. De muitos dos seus ouvintes recebeu manifestações de sincero arrependimento; de outros, desprezo e zombaria, apesar de serem acompanhadas suas pregações por numerosos milagres.

Em Toulouse, por exemplo, um cátaro* que persistia em negar a presença real de Cristo na Eucaristia propôs-lhe um desafio: durante três dias deixaria uma mula sem qualquer alimento, e a levaria depois para a praça pública, onde Frei Antônio lhe apresentaria a custódia com o Santíssimo Sacramento, enquanto o herege lhe ofereceria um monte de feno. Assim se fez e o animal, ainda que faminto, não provou o alimento sem antes fazer uma profunda reverência a Jesus Eucarístico. Muitos se converteram à vista de tamanho milagre.

Martelo do hereges

Santo Antônio foi chamado de “Martelo dos Hereges”, isso porque em seus sermões os adversários da Igreja encontravam nele um inimigo formidável. A mais antiga de suas biografias conta que “dia e noite (Frei Antônio) tinha discussões com os hereges; expunha-lhes com grande clareza o dogma católico; refutava vitoriosamente os preceitos deles, revelando em tudo ciência admirável e força suave de persuasão que penetrava a alma dos seus contrários”. Talvez por isso sua língua esteja miraculosamente conservada em Pádua, há quase 800 anos.

Combativo e militar

Santo Antônio com as insígnias de Capitão de Infantaria

Em 1710, Santo Antonio, cuja imagem esteve colocada na muralha de um convento, defendeu o Rio de Janeiro contra os franceses, o que lhe valeu a patente de Capitão de Infantaria.

Esta imagem é histórica , visto que acompanhou o Exército brasileiro na vitória sobre os franceses quando eles invadiram a Baia da Guanabara, e em gratidão, o Santo  foi feito membro do Exército brasileiro e passou a receber soldo como um herói de guerra. Esse soldo foi pago a Santo Antônio até 1911.

Ademais, nos seguintes Estados do Brasil S. Antônio tem patente de oficial do Exército: Paraíba, Pernambuco, Bahia, Espírito Santo, Minas, Rio de Janeiro, São Paulo e Goiás. Recebia antigamente também o soldo correspondente. Era uma esmola que entregavam geralmente aos Conventos Franciscanos para o culto do Santo, em agradecimento pela proteção a que dispensava à suas armas.

Em outra ocasião, fora do Brasil, foi objeto de um ato de devoção especial da parte de um almirante espanhol. Uma esquadra espanhola sitiava a cidade de Orán, na África e não havia meio de conseguir resultado eficaz.

Então, o almirante espanhol dirigiu-se a uma imagem de Santo Antônio, colocou o chapéu de almirante sobre a imagem, deu-lhe as insígnias de comando e pediu-lhe que investisse [contra] Orán. Os mouros** fugiram inesperadamente e interrogados, disseram que tinha estado entre eles um frade vestido com o chapéu do almirante e que tinha ameaçado Orán com o fogo de céu, e que por causa disso eles tinham achado mais prudente ir embora.

Fontes:  “Santo Antônio – vida, milagres, culto”, pgs. 144-146, Frei Basílio Röwer, “Santo Antonio: Arca do Testamento e Martelo do Hereges”, Plinio Correa de Oliveira.

_____________

*Cátaros (puros, em grego) ou albigenses: designa movimento herético na Europa do século XII. Seus seguidores repudiavam o matrimônio, a autoridade eclesiástica, os Sacramentos; a veneração das imagens etc. Acreditavam na reencarnação. Foram condenados repetidas vezes, e finalmente reprimidos através de expedições militares.

**Mouros, mauritanos, mauros ou sarracenos são considerados, originalmente, os povos oriundos do Norte de África, praticantes do Islam, nomeadamente Marrocos, Argélia, Mauritânia e Saara Ocidental.

Publicado em Datas comemorativas, Espiritualidade, , Plinio Correa de Oliveira, Vida de Santos | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Eis que estou à porta e bato

Visitando trinta lares durante um mês, o Oratório do Imaculado Coração de Maria, divulgado pelos Arautos do Evangelho, tem deixado um rastro de luz e bênção junto a todas as famílias que abrem suas portas à Mãe de Deus

Pe. Aumir Scomparin, EP

“Eis que estou à porta e bato: se alguém ouvir a minha voz e Me abrir a porta, entrarei em sua casa e cearemos, Eu com ele e ele comigo” (Ap 3, 20)

Bem podemos aplicar estas palavras do Apocalipse à graça divina, que está sempre batendo à porta de nossa alma, chamando-nos para participarmos do banquete sobrenatural.

E quem melhor do que Aquela que é a Medianeira de todas as graças para ser a Anfitriã desse festim, intercedendo, guiando e conduzindo nossos passos neste vale de lágrimas, rumo ao convívio eterno com seu Filho, no Céu?

É o que Ela tem feito junto às famílias que A recebem em suas casas, por meio do Oratório do Imaculado Coração de Maria, que peregrina pelos lares ajudando, consolando e endireitando a vida dos que abrem suas portas para o banquete da oração junto à Mãe de Deus, deixando atrás de Si um rastro de luz, de bênção e de paz.1

Maria Santíssima, que jamais Se deixa ganhar em generosidade, não só retribui o ato de piedade e apostolado da família coordenadora com graças insignes, premiando a quem dá com liberalidade, como beneficia a todos os que se colocam sob sua proteção materna.

É o que se constata nos testemunhos reproduzidos a seguir, vindos de diversos países, alguns tão distantes como o Congo, o Canadá, a Itália ou a Polônia.

Uma graça especial recebida em Varsóvia

De Varsóvia nos chega o relato de Maria Stachurska, coordenadora desde 2009 de um dos grupos do Oratório na capital da Polônia.

“Somos uma comunidade um tanto particular”, explica ela. “Em primeiro lugar, porque fazemos parte de duas paróquias da diocese, distantes entre si cerca de vinte quilômetros. As primeiras quinze famílias recebem o Oratório na Paróquia de São Salvador e as outras na Paróquia de São Floriano.

Mons. Angelo di Pasquale faz entrega na Igreja de San Bento in Piscinula, Roma, dos três primeiros oratórios que circularam na Polônia

“Entre nós há pessoas de todas as idades e estados: famílias numerosas e pessoas solteiras, casais novos e casais de muitos anos, com filhos e netos. Contamos também com um sacerdote, que recebe a Virgem todo dia 30 do mês. A variedade e a distância fazem com que sejamos realmente como São José em Belém, porque, movendo-nos em peregrinação entre as duas paróquias, alcançamos um número sempre maior de fiéis e cada vez encontramos pessoas novas que vêm ao encontro de Maria e de seu Filho”.

Em tão singular grupo tem-se recebido graças prodigiosas, como a narrada a seguir:

Desde o início do Apostolado do Oratório, nasceram em nossa comunidade oito crianças e vários de nossos anciãos se tornaram avós. Um casal de esposos, contudo, recebeu uma graça especial. Depois do nascimento de seu primogênito, estes jovens não podiam ter outros filhos. Recebendo o Oratório em sua casa, ficaram firmemente convencidos de que a presença da Mãe de Deus os ajudaria. O resultado não se fez esperar. A esposa logo já estava esperando o segundo filho e alguns anos depois nasceram duas gêmeas. Hoje são quatro irmãos: João, Francisco, Úrsula Maria e Helena Maria”.

Continue lendo

Publicado em A palavra do sacerdote, Artigos Arautos do Evangelho, Atividades, Depoimentos, Espiritualidade, , Missão, Nossa Senhora, Nosso Senhor Jesus Cristo, Notícias, Sem categoria | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Lançamentos de novos grupos em maio 2018

Neste último mês de missões, percorremos cidades do Vale do Paraíba, de Minas Gerais e de Santa Catarina, onde a presença maternal da Imagem Peregrina de Nossa Senhora atraiu inúmeras almas a Deus

Ir. Mozart Ramiro, EP

Cachoeira Paulista/SP – Pe. Rivelino abençoa os novos oratórios da Paróquia São Sebastião

Juiz de Fora/MG – Paróquia Nossa Senhora do Líbano. Pe. Welington Nascimento coroa a Imagem de Nossa Senhora

Com razão diz o Catecismo da Igreja Católica: “O desejo de Deus está inscrito no coração do homem, já que o homem é criado por Deus e para Deus; e Deus não cessa de atrair o homem a si, e somente em Deus o homem há de encontrar a verdade e a felicidade que não cessa de procurar” (CCE 27).

Neste sentido, Deus Nosso Senhor tem um instrumento de extraordinária eficácia para atrair as almas a Si: O Imaculado Coração de Maria! Foi exatamente essa verdade que a Santíssima Virgem afirmou em Fátima aos três pastorinhos e ao mundo inteiro:

“Para salvas as almas Deus quer estabelecer no mundo a devoção ao meu Imaculado Coração. Se fizerem o que Eu vos disser, salvar-se-ão muitas almas e terão a paz.” (3a. aparição de 13 de julho de 1917)

A este propósito, citamos também o grande São Luis Maria Grignion de Montfort, que em seu Tratado da Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem, disse: “(…) já que Deus quis começar e acabar suas maiores obras por meio da Santíssima Virgem, depois que a formou, é de crer que não mudará de conduta nos séculos dos séculos, pois é Deus, imutável em sua conduta e em seus sentimentos.”

Palhoça/SC. Padre Murilo Guesser entrega oratório na Paróquia São Judas Tadeu e São João Batista

E pelas ruas e casas que percorremos nestas cidades, foi isso o que contemplamos; o brilho nos olhos, a devoção, a abertura das almas à bondade e à maternalidade de Nossa Senhora, que nos atrai e nos convida a aproximarmos mais de Deus Nosso Senhor.

Os missionários partiram levando a Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima para outros recantos do Brasil, mas o perfume da presença de Nossa Senhora permanecerá nos lares onde foram formados os novos grupos do Apostolado do Oratório. Ali nessas famílias, a Mãe de Deus continuará sua obra, dando suas graças de auxílio, de socorro, de conversão sincera e de busca da santidade.

Itapema/SC – Pe. Leandro José faz a consagração da Paróquia Santo Antonio ao Imaculado Coração de Maria

A seguir alguns registros fotográficos.

Clique nas fotos abaixo para visualizá-las em tamanho grande

 Veja também: Retiro Espiritual em Serra Negra

Publicado em Atividades, Espiritualidade, Famílias do Oratório, Fátima, , Missão, Nossa Senhora, Nosso Senhor Jesus Cristo, Notícias, Sem categoria | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Celebrações do Primeiro Sábado pelo Brasil

Com devoção filial e cheios de fervor, participantes do Apostolado do Oratório de vários recantos do país realizaram neste mês de junho a Comunhão Reparadora dos Primeiros Sábados

Deus Espírito Santo comunicou a Maria, sua fiel esposa, seus dons inefáveis, escolhendo-a para dispensadora de tudo que Ele possui. Deste modo Ela distribui seus dons e suas graças a quem quer, quanto quer, como quer e quando quer, e dom nenhum é concedido aos homens, que não passe por suas mãos virginais.*

Em mais uma vez foi possível confirmar como são verdadeiras as palavras acima ditas pelo grande Santo Mariano, São Luis Maria Grignion de Montfort.

Neste último fim de semana, a Virgem Santíssima viu atendido seu pedido feito em Fátima, quando centenas de paróquias e comunidades onde o Apostolado do Oratório está implantado realizaram a devoção do Primeiro Sábado.

Ocasião na qual a Mãe de Deus distribuiu suas bençãos, graças e favores, com toda a sua bondade, e, sobretudo, com  a autoridade que lhe foi confiada pelo próprio Deus

Veja as fotos a seguir.

Cascavel/PR – Paróquia Santa Teresinha do Menino Jesus

Paulo Afonso/BA – Paróquia Nossa Senhora do Perpetuo Socorro

Devoção do Primeiro Sábado. Conheça aqui e saiba como praticá-la

Itapema/SC – Paróquia Santo Antonio – primeiro mês da devoção na comunidade

Clique nas fotos abaixo para visualizá-las em tamanho grande

Veja também:

Comemoração do 13 de Maio pelo Brasil

Comemoração do 13 de maio pelo mundo

______________

*São Luis Maria Grignion de Montfort, Tratado da Verdadeira Devoção a Santíssima Virgem
Publicado em Atividades, Datas comemorativas, Espiritualidade, Famílias do Oratório, Fátima, , Nossa Senhora, Nosso Senhor Jesus Cristo, Notícias, Sem categoria | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , | 1 comentário

Retiro Espiritual em Serra Negra/SP

Membros do Apostolado do Oratório de São Paulo e cooperadores dos Arautos do Evangelho fizeram um retiro espiritual inaciano na aprazível cidade de Serra Negra

Os Retiros Espirituais Inacianos, também conhecidos como Exercícios Espirituais, foram criados por Santo Inácio de Loyola, Fundador da Companhia de Jesus.

Santo Inácio partia do pressuposto de que, assim como necessitamos exercitar o nosso corpo para termos uma boa saúde, devemos também exercitar a nossa alma, por meio da oração, da meditação e da contemplação, para sermos espiritualmente sadios.

Nesse sentido realizou-se, de 25 a 27 de maio num hotel fazenda em Serra Negra, o Retiro Espiritual pregado por Sacerdotes Arautos para Terciários e membros do Apostolado do Oratório.

O local, em meio à bela vegetação das montanhas, presta-se muito ao recolhimento. Retirarmo-nos dos afazeres e preocupações do dia a dia para, em um clima de silêncio e reflexão, meditarmos nas grandes verdades que dizem respeito à nossa salvação eterna e ao nosso relacionamento com Deus, fim último e supremo da nossa existência.

É a ocasião em que, com as luzes do Divino Espírito Santo, que fala no íntimo de nossos corações, analisamos a nossa vida, os nossos atos, identificamos nossos pontos fracos e fazemos propósitos firmes de emenda. Ocasião em que aproveitamos também para fazer uma boa confissão e assim pôr em ordem a nossa alma, confiantes sempre na infinita misericórdia de Deus e no auxílio de sua Mãe Santíssima.

Tudo isso feito na presença do Santíssimo Sacramento, que fica exposto durante todo o dia, desde o término da Missa da manhã até o início da Missa da noite.

As fotos abaixo falam por si.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Publicado em Arautos do Evangelho, Atividades, Especial Retiro, Espiritualidade, , Nossa Senhora, Nosso Senhor Jesus Cristo, Orações, Retiro, Sem categoria, Verdades eternas, Vida de Santos | Com a tag , , , , , , , , , , , , , , | Deixar um comentário

Meditação Primeiro Sábado de junho 2018

III Mistério Luminoso
Anúncio do Reino e chamamento à conversão

O Coração que nos ama até o fim

Fonte de confiança inabalável

Cada um de nós possui um coração que pulsa dia e noite e discerne com clareza os próprios gostos e preferências. No entanto, quão diferente é o Coração adorável de Jesus, humano e, ao mesmo tempo, divino! Jamais qualquer movimento deste Coração destoará dos desejos da Santíssima Trindade.

Uma vez criado, uniu-Se aos planos que o Pai, o Filho e o Espírito Santo tinham para Ele, e manifestou a Deus o mais perfeito e sublime amor, penetrado de respeito, adoração e submissão.

Um Coração feito de amor ilimitado, que conhece nossas misérias e debilidades, Ele tudo tolera, compassivo, sem nunca diminuir seu amor, apesar das inúmeras ocasiões em que Lhe damos motivo para isso.

Oração Preparatória

Ó Coração Imaculado de Maria, fornalha ardente de amor ao Sagrado Coração de Jesus, alcançai-nos as graças necessárias para bem meditarmos neste luminoso mistério de nossa Fé, considerando o infinito amor que o Coração de vosso Divino Filho tem por todos e cada um de nós.

Fazei, ó Mãe, com que saiamos desta meditação mais agradecidos a este amor divino e mais decididos a correspondermos plenamente a ele.  Amém.

clique na foto acima e baixe o texto completo da meditação

Veja também: Cerimônias de Devoção do Primeiro Sábado pelo Brasil

Publicado em A palavra do sacerdote, Datas comemorativas, Espiritualidade, , meditação, Meditações, Monsenhor João Clá Dias, Nosso Senhor Jesus Cristo, Orações, Primeiros Sábados, primeiros sábados do mês, Verdades eternas | Com a tag , , , , , , , , , , | Deixar um comentário