Dez curas e um milagre

XXVIII Domingo do Tempo Comum

Compadecido dos sofrimentos físicos de dez leprosos, quis Nosso Senhor conceder-lhes a cura miraculosa que tinham pedido confiantes. Mas, como apenas um deles exprimiu sua gratidão, só este foi favorecido com o milagre mais importante

Monsenhor João S. Clá Dias, EP, Fundador dos Arautos do Evangelho e do Apostolado do Oratório


Duas classes de milagre: do corpo e do espírito

Na época de Nosso Senhor, o leproso, devido à falta de recursos médicos que possibilitassem o seu tratamento — carência que se prolongou por muitos séculos —, era um pária desprezado pela sociedade. Uma vez detectada a enfermidade, era ele apresentado ao sacerdote que, após um minucioso exame, o declarava legalmente impuro mediante um cerimonial apropriado. Se é verdade que ele não era deportado para uma ilha, segundo o costume adotado em tempos posteriores, deveria, contudo, ausentar-se da cidade, do convívio humano e viver isolado no campo. Obrigavam-no, ademais, a utilizar uma veste característica para anunciar a situação de excomunhão social em que se encontrava e a seguir certas normas, como a de se deslocar tocando uma campainha para indicar sua presença, de forma que as pessoas abrissem caminho, evitando o risco de contaminação pelo contato ou pela simples cercania.

Continue lendo “Dez curas e um milagre”

Cerimônias de devoção do Primeiro Sábado pelo Brasil

Coordenadores e participantes do Apostolado do Oratório de todos os recantos do Brasil fizeram subir suas orações, súplicas e pedidos, como agradável perfume aos pés da Santíssima Virgem nas celebrações da comunhão reparadora do Primeiro Sábado

Mesmo mantendo a essência dessa devoção, cada comunidade e paróquia tem suas características, suas particularidades, seus costumes e seu cerimonial. Tudo isso é proveniente  das salutares diferenças culturais e geográficas próprias à dimensão e extensão de nosso querido país.

Entretanto, há algo que une a todos: o amor, o carinho, o afeto, a gratidão a Nossa Senhora e o entusiasmo em atender prontamente o pedido feito pela Mãe de Deus em Fátima, qual seja: A realização da Comunhão Reparadora dos Primeiros Sábados.

Desde a fundação do Apostolado do Oratório essas cerimônias são realizadas por todo o Brasil.

Paróquia Santa Teresa de Ávila em Santa Teresa do Oeste/PR

Temos a certeza que essa manifestação de amor filial toca profundamente o Imaculado Coração de Maria, trazendo para si, para suas famílias e para a nossa nação, bençãos, graças e intercessão da Mãe de Deus, a qual afirmou em Fátima à irmã Lucia:

“Olha, minha filha, o Meu Coração cercado de espinhos, que os homens ingratos a todos os momentos Me cravam com blasfêmias e ingratidões. Tu, ao menos, vê de Me consolar, e dize que todos aqueles que, durante cinco meses, no primeiro sábado, confessarem-se, recebendo a Sagrada Comunhão, rezarem um Terço, e Me fizerem quinze minutos de companhia, meditando nos mistérios do Rosário, com o fim de me desagravar, Eu prometo assistir-lhes, na hora da morte com todas as graças necessárias para a salvação dessas almas”

Paróquia São Judas Tadeu – Palhoça/SC
Paróquia Sagrado Coração de Jesus em São Luis/MA
Paróquia Santa Rita e São Sebastião em Cruzeiro/SP
Clique nas fotos abaixo para visualizá-las em tamanho grande

Veja também:

Benefícios da Devoção do Primeiro Sábado

Como rezar bem o Rosário

Agradecimento das instituições pela entrega de presentes no Natal

No mês de dezembro, missionários e famílias dos Arautos do Evangelho, através do Apostolado do Oratório e do Fundo Misericórdia, realizaram uma Missão Mariana em diversas creches de crianças carentes da cidade de São Paulo.

Levando o Oratório de Nossa Senhora e ao som de cânticos natalinos, distribuíram brinquedos, doces e medalhas de Nossa Senhora para cada uma das crianças das creches visitadas.

Como gratidão, diversas instituições favorecidas pela campanha de Natal nos escreveram agradecendo. Abaixo, fac-símile de uma dessas cartas.

Comentar!

Veja também: Para crianças carentes, um Natal mais feliz

Comemoração dos 11 anos da presença do Oratório na paróquia Nossa Senhora da Conceição, em Cambuci (RJ)

Recentemente, recebemos da Sra. Maria Aparecida Neves Defanti a mensagem abaixo, acompanhada de algumas fotos. Trata-se da comemoração de 11 anos do Apostolado do Oratório na paróquia de Nossa Senhora da Conceição, na cidade fluminense de Cambuci.

À Secretaria do Oratório,
Salve Maria!

Estou enviando as fotos da comemoração pelos 11 anos do Apostolado do Oratório em nossa paróquia de Nossa Senhora da Conceição – Cambuci (RJ).

No dia 06 de outubro, comemoramos 11 anos do Apostolado do Oratório em Nossa cidade, e para isso fizemos uma “Tarde de Louvor com Maria”. Iniciamos com o terço e logo após houve uma palestra feita pelo arauto Sr. João Carlos, cujo tema foi sobre a grandiosa intercessão de Nossa Senhora nas Bodas de Caná.

Também foi apresentada uma encenação sobre a verdadeira forma de ser feliz. Trata-se de um conto oriental, que narra a história de uma rainha pagã que tinha todas as fortunas e bens deste mundo, mas não era feliz. Em meio às suas aflições, Deus lhe dá a graça de conhecer uma criança cristã, órfã, pobre, e desprovida de tudo, mas que era muitíssimo feliz. E esta lhe dá a formula certa para alcançar a felicidade, que só se encontra em Deus. A rainha se converte e pede o batismo.

Também houve sorteio de prêmios, um delicioso lanche. E para fechar com chave de ouro, a Santa Missa celebrada pelo Revmº. Pe. João Paulo de Souza, que com seu carisma alegre, dinâmico e acolhedor incentivou a perseverança, a dedicação e importância do Apostolado do Oratório, realizado em todo Brasil. Também disse que conta conosco para levar cada vez mais Nossa Senhora em todos os lares, em especial das famílias que sofrem. Após a Santa Missa, houve a coroação da Imagem peregrina do Imaculado Coração de Maria. Também, ao final, foi entregue a cada coordenador uma lembrança em gratidão pelo ardoroso trabalho de todos.

Em Jesus e Maria

Maria Aparecida Neves Defanti

Abaixo fotos do evento:

Fotos: Maria Aparecida Neves Defanti

Comentar!

Veja também: Preparação do Natal 2011 em Cambuci (RJ)

Frases sobre Nossa Senhora – São Bernardino de Siena

Sem nenhum demérito para com Nossa Senhora, São Luís Grignion de Montfort, em seu Tratado da Verdadeira Devoção à Santíssima Virgem, ensina que Maria, comparada à Majestade infinita do Altíssimo, é menos que um átomo. Mas que Ele, embora não tivesse absoluta necessidade d’Ela, quis servir-se de Maria na Encarnação.

Aceitar a predileção de Deus por Aquela que é ao mesmo tempo Sua Filha, Mãe e Esposa é, além de um ato de humildade e submissão, uma forma de unir-se a Deus no amor que Ele reserva especialmente para com a Santíssima Virgem.

Como nos afirma São Maximiliano Kolbe, não devemos ter receio de amar demasiadamente a Maria, já que nunca A amaremos com a intensidade com que Jesus A amou.

Sim, toda Igreja está em dívida com a Virgem Maria, já que por meio d’Ela recebeu a Cristo, de modo semelhante deve a São José, depois d’Ela, uma especial gratidão e reverência.

São Bernardino de Siena

Comentar!

Veja também: Frases sobre Nossa Senhora – Santa Teresa Benedita da Cruz

Feliz 2013!!!

E que possamos continuar juntos em nossa missão evangelizadora! Com o favor e beneplácito da Santíssima Virgem, no ano de 2012 o número de Oratórios cresceu consideravelmente por todo o País. Sem dúvida alguma, Ela nos auxiliou de uma forma toda singular. A Ela oferecemos nosso amor e gratidão filiais.

Em Jesus e Maria

 

Pe. Antônio Guerra, EP

Assistente Espiritual do Apostolado do Oratório