Papa na Audiência Geral: Quaresma, tempo para uma experiência mais profunda de Deus

Cidade do Vaticano, 22 fev (RV) – Nesta Quarta-feira de Cinzas, Bento XVI dedicou sua catequese na Audiência Geral à Quaresma.

Recebendo peregrinos e fiéis na Sala Paulo VI, o Papa recordou que a Quaresma é um itinerário de renovação espiritual marcado pelo significado simbólico que a Escritura dá ao número 40, ou seja: uma paciente perseverança, uma grande prova, um tempo suficiente para ver a obra de Deus, e um tempo também para assumir nossa própria responsabilidade.

Toda a Escritura está repleta de exemplos, entre eles, o Povo de Israel, que caminha pelo deserto por 40 anos. Durante este tempo, percebe a amorosa presença de Deus, que o guia; porém, ao mesmo tempo vive uma experiência de pecado que o leva a construir ídolos, murmurar contra Deus e desejar a escravidão pagã.

Jesus revive esta experiência sofrendo também no deserto a insídia do demônio, que o quer desviar de sua missão. Porém, ao contrário do povo de Israel, Ele o vence com a força da Palavra de Deus, que o nutre, ensinando-nos assim a enfrentar as dificuldades com valentia e paciência, e a depositar a nossa confiança Nele, seguindo-o no caminho da Cruz que leva à luz e à alegria verdadeira.

Eis a síntese que Bento XVI fez de sua catequese em português:

Queridos irmãos e irmãs,
Nos próximos quarenta dias, que nos levarão até ao Tríduo Pascal – celebração da paixão, morte e ressurreição de Cristo –, somos convidados a viver um caminho de conversão e renovação espiritual, que nos faça sair de nós mesmos para ir ao encontro do Senhor. Este período será um tempo propício para uma experiência mais profunda de Deus, que torne forte o espírito, confirme a fé, alimente a esperança e anime a caridade. Poderemos assim ver e recordar tudo aquilo que Ele fez por nós. Daí concluiremos que só o Senhor nos merece; e, sem mais adiamentos nem hesitações, entregar-nos-emos nas suas mãos. E Cristo tornar-nos-á participantes da vitória sobre o pecado e a morte, que Ele nos alcançou com o seu amor levado até ao extremo da imolação por nós na cruz. Seguindo o caminho da cruz com Jesus, ser-nos-á aberto o mundo luminoso de Deus, o mundo da luz, da verdade e da alegria. Inundados por esta luz, ganharemos nova coragem para aceitar, com fé e paciência, todas as dificuldades, aflições e provações da vida, sabendo que, das trevas, o Senhor fará surgir a alvorada nova da ressurreição. A minha saudação amiga para o grupo escolar da Lourinhã e todos os peregrinos presentes de língua portuguesa. A Virgem Maria tome cada um pela mão e vos acompanhe durante os próximos quarenta dias que servem para vos conformar ao Senhor ressuscitado. A todos desejo uma boa e frutuosa Quaresma! (BF)

Rádio Vaticano

Sobre Apostolado do Oratório

Blog oficial do Apostolado do Oratório dos Arautos do Evangelho, Associação Internacional de Direito Pontifício.
Esta entrada foi publicada em Notícias. Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta