Sinais sensíveis da graça

No dia a dia do seu trabalho evangelizador, os missionários Arautos têm o consolo de ver a eficácia santificadora dos Sacramentos. Instituídos pelo próprio Cristo, eles confortam e revigoram as almas, tornando-as mais próximas d’Ele e de sua Igreja. Eis o que relatam alguns testemunhos nesse sentido

“Regularizei minha vida matrimonial”

Havendo constituído um lar afastado da Religião, Janaína Bueno Joaquim, de Mairiporã (SP), teve a alegria de receber as bênçãos de Deus para sua família: “Conheci os Arautos do Evangelho através de meu esposo, que prestava serviço a eles, quando recebi em minha casa um diácono que então era chefe imediato do meu esposo. E minha vida foi mudando! Regularizei meu matrimônio, comecei a frequentar as Missas dominicais e demais Sacramentos. Meu marido, inclusive, fez a Primeira Comunhão”.

E continua: “Recebi uma grande graça: minha mãe, há anos e anos com depressão, a ponto de não assumir os trabalhos domésticos, com a frequência à Missa celebrada pelos padres Arautos, ficou curada. É assídua às Missas e evangeliza o esposo e os filhos. Agora, rendo graças a Deus e a Nossa Senhora por ter colocado em meu caminho e no de minha família esses instrumentos benditos.”

“Comecei a frequentar a Eucaristia”

Mesmo fazendo parte da Igreja pelo Batismo e havendo constituído sua família sob as bênçãos de Deus, Edson Pacheco, de Joinville (SC), conta que, por ter-se afastado da Missa, começou a ter problemas familiares, os quais se solucionaram com a frequência à Eucaristia:

“Com grande emoção relato que fui admitido no setor masculino dos Arautos, sem merecimento algum, e que lá passei oito anos. Foram, de longe, os melhores dias de minha vida, e só saí por problemas de saúde.” “Consegui um emprego modesto, me casei, fiz minha faculdade, tive uma filha e, durante este período, devido à correria do dia a dia, pois minha esposa também estava frequentando o ensino superior, me afastei dos Arautos e problemas conjugais começaram a aparecer. Mas como Nossa Senhora é Mãe, fui lembrado com um convite inesperado da parte de um Arauto , comecei a frequentar a Eucaristia na sede e a levar minha família…

“Minha vida teve um novo rumo. Deus, através desta obra magnífica, tem me devolvido a paz de espírito, a esperança de um mundo melhor e uma família consistente, tão rara nestes nossos dias”.

“Minha alma voltou a reviver”

Assaltada por uma grave doença que a tem feito sofrer com lancinantes dores e impossibilidade de locomoção, Daniele Cardoso, de Campos dos Goytacazes (RJ), relata-nos as graças por ela recebidas:

“Tudo começou há quatro anos, num período muito difícil da minha vida. Sabendo da existência de um padre Arauto em minha cidade, peguei o número na internet e liguei. Ele atendeu o telefone com muito zelo, não se importou com a distância, não quis saber quantas horas levaria para chegar até minha casa, apenas disse ‘sim’”.

A Eucaristia é uma fonte inesgotável de graças

No dia combinado, o sacerdote apresentou-se na residência: “Ao abrir o portão, me surpreendi, porque pude observar da janela um belo sorriso de um rapaz muito novo, acompanhado por um jovem. Logo me atendeu em confissão, ministrou a Eucaristia, dando-me várias bênçãos e a Unção dos Enfermos”. Depois de algum tempo, Daniele conseguiu vencer suas dificuldades de locomoção, e foi participar de uma Missa celebrada na Casa dos Arautos.

“Eu senti algo diferente naquele lugar: santidade, desejo do Céu, pessoas que buscavam a Deus e não os favores d’Ele. Eu pude e posso a cada Missa experimentar algo diferente. Ao ver o padre Arauto purificando o cálice, sinto que ele está cuidando das feridas de Nosso Senhor, como se fosse Jesus todo machucado no cálice e na patena.

E o sacerdote com todo zelo do mundo faz aquilo. E todo domingo eu quero mais, espero a semana inteira pelo domingo, porque poderei participar da Santa Missa”.

Cheia de contentamento pelas maravilhas operadas em sua vida por meio dos Sacramentos, Daniele afirma: “Deus usou e usa deste sacerdote Arauto. Usou para mudar a minha vida, usou para mudar a vida de muitos. A partir da entrada deste grande servo que se faz tão pequeno, a minha alma voltou a reviver. Não a mesma vida, mas uma vida que, mesmo com todo sofrimento e muitas lutas, me impulsiona a buscar as coisas do Céu”.

* * * * * * * * *

Estes são alguns dos incontáveis relatos que chegam às nossas mãos, comprovando as maravilhas operadas por Nosso Senhor em nossos dias. Mais do que a cura de um paralítico, de um cego, um leproso ou hidrópico, numa época em que o pecado atingiu grande parte da humanidade, vemos, através dos Sacramentos, almas reluzindo para a virtude como lírios surgidos, tantas vezes, do lodo, na noite e sob a tempestade.

Sobre Apostolado do Oratório

Blog oficial do Apostolado do Oratório dos Arautos do Evangelho, Associação Internacional de Direito Pontifício.
Esta entrada foi publicada em A palavra do sacerdote, Espiritualidade, , Nossa Senhora, Nosso Senhor Jesus Cristo, Sem categoria e marcada com a tag , , , , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta