Exame de Consciência para uma boa Confissão

Padre arauto atendendo uma fiel em confissão

Nada mais oportuno que usufruir do sacramento da penitência durante o período quaresmal. São João Crisóstomo, em uma de suas homilias sobre Lázaro, adverte que o cristão que não declara a magnitude de sua culpa, não pode conhecer a grandeza do perdão.

A propósito, nos ensina o Catecismo da Igreja Católica que:

980 É pelo sacramento da Penitência que o batizado pode ser reconciliado com Deus e com a Igreja: (Parágrafos relacionados 1422,1484)

Os Padres da Igreja com razão chamavam a Penitência de “um Batismo laborioso”. O sacramento da Penitência é necessário para a salvação daqueles que caíram depois do Batismo, assim como o Batismo é necessário para os que ainda não foram regenerados.

Com o objetivo de contribuir para a total eficácia deste sacramento, disponibilizamos aos nossos amigos a página: “Para uma boa confissão”, contendo dicas, orações preparatórias, exame de consciência e duas fórmulas de ato de contrição.

Comentar!

Veja também: Deus quer estabelecer no mundo a devoção ao meu Imaculado Coração

As Relíquias da Paixão

reliquias_top.jpg

Cravos, lança, coroa de espinhos…. Onde se encontram essas preciosas lembranças da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo? Façamos, uma devota “peregrinação” à Cidade Eterna.

Todas as relíquias de Jesus Cristo, mesmo o mais simples objetos, impressionam e comovem a alma cristã, infundem profundo respeito e, ao mesmo tempo causam intensa atração. A sede de divino, inerente a todo homem, sente-se em algo atendida, ao contemplar uma delas.

Dessas inapreciáveis relíquias, o Santo Sudário de Turim é talvez a mais conhecida, em razão das reiteradas tentativas de negar sua autenticidade, todas, aliás frustradas por rigorosos testes científicos. Tudo isso foi noticiado pela grande imprensa, já de conhecimento público. Continue lendo.

Meditação para o Primeiro Sábado de Março

Nosso-Senhor-FlageladoJesus é condenado à morte

Jamais um romano poderia ser condenado à morte de crucifixão, por ser símbolo máximo de desonra, reservada aos piores criminosos.O sinal da vergonha por excelência foi abraçado por Jesus, “Ele próprio carregava a sua cruz…” (Jo. 19, 17).
Bem se poderia ver naquela cruz a imagem de nossos pecados. “Quem pode, entretanto, ver as próprias faltas? ” (Sl 18, 13). Quem entenderá o pecado? Este é o pior de todos os males, o ato de maior oposição a Deus.

Naquela cruz estavam todos os meus pecados…

Clique aqui e tenha acesso ao texto completo da Meditação.

Por ocasião da Quaresma, oração à Virgem das Lágrimas

photo credit: il Bambino III via photopin cc

Virgem das Lágrimas, olhai com maternal bondade a dor do mundo. Enxugai as lágrimas dos sofredores, dos esquecidos, dos desesperados, das vítimas de qualquer violência. Obtende para todos lágrimas de contrição e de vida nova, que abram os corações ao dom regenerador do amor de Deus. Obtende para todos lágrimas de alegria, depois de verem a profunda ternura do vosso Coração.

(São João Paulo II, Homilia de 6/11/1994.)

Comentar!

Veja também: Oração a Nossa Senhora do Bom Conselho

Ato para excitar à contrição

Recentemente publicamos uma página dedicada à preparação para uma boa Confissão, útil para qualquer dia do ano, sobretudo na ocasião da Quaresma, tempo muito propício à penitência. Em seu conteúdo encontra-se, entre orações e recomendações, um proveitoso exame de consciência (Clique aqui e saiba mais!).

Como complemento, publicamos hoje uma oração cujo objetivo é estimular o arrependimento do fiel por ter ofendido a Deus, Nosso Senhor.

Ato para excitar à contrição

photo credit: Guervós (+1.000.000 de visitas/views) via photopin cc

Eis aqui, ó meu Deus, vosso filho pródigo que volta contrito ao vosso seio paternal! Que motivos de confusão para mim, misericordioso Senhor e Pai amoroso, ter-Vos tantas vezes ofendido, depois de Vos ter tantas vezes prometido emendar-me! Como me atrevi a pecar na vossa presença, conhecendo quanto Vos desagrada o pecado! Ó meu Deus e meu Pai, perdoai-me e não me castigueis segundo o rigor da vossa justiça; tende piedade de mim, que já não sou digno de ser chamado vosso filho, e aceitai os anseios de um coração pesaroso de Vos ter ofendido e disposto a amar-Vos para sempre. Detesto, Senhor, todos os meus pecados, que são muitos e graves; porque com eles mereci as penas do inferno e ofendi a vossa divina majestade, vossa santidade e vossa bondade infinita. Amo-Vos sobre todas as coisas, meu Deus, meu Pai, meu Salvador, e por amor de Vós quero antes morrer do que Vos tornar a ofender.

Comentar!

Veja também: Preparação para uma boa Confissão