Apostolado do Oratório no Líbano

Diácono Joseph Saad El Darazi

O libanês nascido em Hammana, cidade localizada no Monte do Líbano, chegou ao nosso país em 1993. Aqui ele se naturalizou brasileiro, encontrou sua esposa e recomeçou uma nova vida. Foi ordenado Diácono permanente na Igreja Nossa Senhora do Líbano, em São Paulo, no ano de 2007. Ele é o incentivador do Apostolado do Oratório no Líbano, onde já há 48 grupos formados em 11 cidades

Como o senhor conheceu os Arautos do Evangelho?

Desde que cheguei ao Brasil eu queria participar de um grupo de oração do Terço, onde pudesse ler a Bíblia. Depois de alguma procura, recebemos um convite para assistir uma Missa dos Arautos na Igreja Nossa Senhora de Fátima, no bairro do Sumaré. A igreja estava cheia e nós teríamos que assistir a Missa em pé, no fundo; diante disso, fiquei desanimado e queria ir embora. Foi quando um jovem arauto nos chamou e indicou um banco bem em frente à imagem de Nossa Senhora de Fátima, eu fiquei cativado! Naquele dia começou nossa jornada com os Arautos e hoje somos Cooperadores.

Diácono Joseph Darazi

Como foi o começo do Apostolado do Oratório no Líbano?

Um dia um Arauto me perguntou se era possível levar o Oratório para o Líbano. A ideia ficou na minha cabeça e eu comecei a agir. Telefonei para um amigo, Sr. Edouard Awad, e ele disse que estava doente e que não podia tomar conta do Oratório. Eu pedi que ele pensasse bem e que eu ligaria depois.

Para surpresa minha, na segunda ligação ele atendeu o telefone e disse que eu podia enviar o Oratório para ele o mais rápido possível. Ele me contou que teve um sonho no qual ele viu Nossa Senhora saindo da igreja. Ela parou, olhou na direção dele e deu um sorriso, virou e foi até outra capela pequena no fim da rua.

Então eu enviei o Oratório para ele e expliquei como funcionam os grupos de famílias. Ele então começou a fabricar outros Oratórios e organizou grupos de famílias. Hoje temos 48 Oratórios peregrinando nas famílias das seguintes cidades: Beirute, Andaket, Kobayat, Jbeil, Ain dará Zahle, Batroun, Bejdarfel, Jdeidet El Maten El Chimaly, Zalka e Sin Elfil, Jounieh.

Projeto da capela Nossa Senhora de Fátima que está sendo construída em Andaket pelos Coordenadores do Apostolado do Oratório

Como é ser cristão no Líbano?

O Líbano é uma Terra Santa, o povo é católico, apostólico e romano. O maior grupo de católicos no Líbano são os maronitas. Temos diversos santos e outros em processo de canonização: São Charbel, São Nahemtal El Hardini, Santa Rafqa, Beato Yaccoub El Cabouchi e o Beato Estefanos Nehme.

Os libaneses têm grande devoção a Nossa Senhora de Fátima e acreditam no rosário e na profecia dela. Em maio, todo mundo coloca flores e as pessoas fazem procissões, rezando diante do Oratório. Após a vinda dos Oratórios, a devoção a Nossa Senhora de Fátima cresceu de forma impressionante! Em abril temos a festa da padroeira do Líbano, Nossa Senhora do Líbano.

Sr. Edouard Awad e esposa

Conte-nos alguma graça alcançada a propósito do Apostolado do Oratório no Líbano

Diversos milagres aconteceram na vida de Edouard Awad, sendo o mais impressionante o seguinte. Na primeira vez que ele encomendou fotografias de Nossa Senhora de Fátima em uma gráfica, o preço foi muito alto. Na segunda vez o dono não quis cobrar nada, então o Eduard ficou muito contente. Era a época da guerra no Líbano e alguns dias depois um carro bomba explodiu em frente ao prédio da gráfica e queimou o prédio inteirinho, mas não aconteceu absolutamente nada com a gráfica, ficou intacta e o caso passou na televisão e foi algo que não obteve explicação até hoje.

Veja também: Apostolado do Oratório em ilhas do Oceano Índico

Sobre Apostolado do Oratório

Blog oficial do Apostolado do Oratório dos Arautos do Evangelho, Associação Internacional de Direito Pontifício.
Esta entrada foi publicada em Depoimentos, , Nossa Senhora, Notícias, Oratório Países e marcada com a tag , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta