Agradecendo a missão em Ruanda, carta do Sr. Emmanuel Batagata ao Mons. João Clá Dias

O Sr. Emmanuel Batagata é um atuante cooperador dos Arautos do Evangelho em Ruanda. Durante sete anos, fez um intenso trabalho em diversas cidades daquele país africano. Entre outras ações evangelizadoras, formou inúmeros grupos do Apostolado do Oratório e um coral com cerca de 60 crianças que receberam o Oratório infantil.

Para agradecer a missão de dois arautos canadenses no país das mil colinas, em junho passado, O Sr. Batagata enviou a seguinte missiva ao Presidente Geral dos Arautos do Evangelho:

À sua Excelência, Monsenhor João Clá Dias.

Excelência,

Em nome dos membros das famílias do Apostolado do Oratório em Ruanda, tenho a honra de apresentar-lhe os nossos sinceros agradecimentos pela primeira visita em Ruanda de dois Arautos do Evangelho: Irmãos François Boulay e Joseph Bassi, da comunidade do Canadá.

Nós também estamos muito gratos pelos esforços prestados e pelos sacrifícios feitos para pagar suas viagens e material litúrgico, essencial para a evangelização. A primeira visita da Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima foi um sinal providencial e um grande incentivo para todos os membros das famílias do Apostolado do Oratório, que durante sete anos caminharam pelas trilhas do país das mil colinas, de casa em casa, levando o Oratório do Imaculado Coração de Maria.

A visita dos Arautos do Evangelho em Ruanda foi recebida com entusiasmo, interesse, mas também com curiosidade. A cada passagem os Arautos do Evangelho eram recebidos com uma multidão. Em todas as paróquias visitadas dava-se uma explicação demorada da espiritualidade e do hábito religioso dos Arautos do Evangelho.

Eu posso dizer com segurança que a presença dos Arautos do Evangelho em Ruanda por 2 semanas foi útil para o clero de Ruanda; ele aprendeu com os Arautos do Evangelho que para a nova evangelização também se deve atrair as pessoas com a beleza e pureza.

As visitas a diferentes famílias nos deu a oportunidade de ver como a fé é baseada num especial amor para com a Santíssima Virgem Maria, expresso através de danças tradicionais diante da imagem ou com declamações de poemas dirigidos com alegria a Nossa Mãe Celestial.

Duas semanas de estada aqui não foram suficientes para percorrer todas as famílias nas paróquias: Catedral, Nyumba, Rango, Ngoma, Save da diocese de Butare e a paróquia Muhondo, da Arquidiocese de Kigali. Várias famílias esperaram receber uma visita da imagem peregrina, mas demorou alguns dias para a permanência da imagem em Ruanda, por causa de problemas com a companhia aérea Etíopes.

A visita dos Arautos do Evangelho em Ruanda foi um momento propício para as famílias visitadas provarem sua devoção à Virgem Maria.  E em todos os lugares observamos emoções deste ou daquele membro da família que estava indiferente à oração, e agora está empenhado em ser um membro do Apostolado do Oratório, por causa da visita dos Arautos do Evangelho.

Estou confiante de que, por causa da visita dos Arautos do Evangelho, Ruanda é hoje conhecida de toda a grande família mundial dos Arautos do Evangelho e pode muito bem estar na lista de espera dos países onde se poderá contar, em breve, com uma comunidade (dos Arautos). Este é o nosso sonho!

Em Jesus e Maria

Emmanuel BATAGATA

Comentar!

Aos caríssimos pais!

Crédito Foto: Delirious? via photopin cc

Neste dia em que o mundo comemora aqueles que generosamente nos deram a vida e nos sustentam com seu amor e afeto, o blog do Apostolado do Oratório recolheu do Livro do Eclesiástico palavras de vida e salvação para os filhos, a fim de que compreendam melhor o porquê de o Senhor criar o 4º Mandamento: Honrar pai e mãe. Também selecionou uma bela oração dedicada aos genitores.

A todos os pais, desejamos que Nossa Senhora os conduza, abençoe e inspire com graças superabundantes.

Livro do Eclesiástico, capítulo 3:

2. Ouvi, meus filhos, os conselhos de vosso pai, segui-os de tal modo que sejais salvos.
3. Pois Deus quis honrar os pais pelos filhos, e cuidadosamente fortaleceu a autoridade da mãe sobre eles.
4. Aquele que ama a Deus o roga pelos seus pecados, acautela-se para não cometê-los no porvir. Ele é ouvido em sua prece cotidiana.
5. Quem honra sua mãe é semelhante àquele que acumula um tesouro.
6. Quem honra seu pai achará alegria em seus filhos, será ouvido no dia da oração.
7. Quem honra seu pai gozará de vida longa; quem lhe obedece dará consolo à sua mãe.
8. Quem teme ao Senhor honra pai e mãe. Servirá aqueles que lhe deram a vida como a seus senhores.
9. Honra teu pai por teus atos, tuas palavras, tua paciência,
10. a fim de que ele te dê sua bênção, e que esta permaneça em ti até o teu último dia.
11. A bênção paterna fortalece a casa de seus filhos, a maldição de uma mãe a arrasa até os alicerces.
12. Não te glories do que desonra teu pai, pois a vergonha dele não poderia ser glória para ti,
13. pois um homem adquire glória com a honra de seu pai, e um pai sem honra é a vergonha do filho.
14. Meu filho, ajuda a velhice de teu pai, não o desgostes durante a sua vida.
15. Se seu espírito desfalecer, sê indulgente, não o desprezes porque te sentes forte, pois tua caridade para com teu pai não será esquecida,
16. e, por teres suportado os defeitos de tua mãe, ser-te-á dada uma recompensa;
17. tua casa tornar-se-á próspera na justiça. Lembrar-se-ão de ti no dia da aflição, e teus pecados dissolver-se-ão como o gelo ao sol forte.
18. Como é infame aquele que abandona seu pai, como é amaldiçoado por Deus aquele que irrita sua mãe!
19. Meu filho, faz o que fazes com doçura, e mais do que a estima dos homens, ganharás o afeto deles.

Oração dos filhos pelo pai

Senhor Deus, Pai Divino, criador do gênero humano, vós enviastes vosso filho Jesus para redimir e salvar os homens. Ele quis nascer numa família como a nossa, por isso lhe destes a Santíssima Virgem Maria como Mãe e o castíssimo São José como Pai. Em nome de Vosso filho e pela intercessão de vossa Filha bem amada, Vos pedimos por todos os pais terrenos, para que, a exemplo de São José, amem a seus filhos, cuidem deles e os proteja; sobretudo, ensinai-lhes a Vos amar, porque sois nosso Pai do Céu. Que ele Vos sirvam em tudo e alcancem finalmente a vida eterna. Tudo isso pedimos a Vós, que viveis e reinais pelos séculos dos séculos. Amém

Comentar!

 

Será possível comprar o Céu?

Pe. Carlos Alberto Soares Corrêa

A pergunta pode causar arrepio. É claro que o Céu não se compra o dinheiro. No entanto, ele tem o seu “preço”… Qual a “moeda” que tem valor para Deus? Uma bela história, ocorrida na Alemanha, durante a Idade Média, responde a esta questão.

Gertrudes era uma freira muito devota de Nossa Senhora. Entre as práticas de piedade mariana que cultivava, encantava-a sobretudo a Ave-Maria ou “Saudação Angélica”. Certo dia estava rezando em seu quarto, quando este se iluminou com uma luz mais intensa que a do sol. Era o próprio Jesus que vinha conversar com ela. Apesar da majestade da aparição, Santa Gertrudes – pois é dela que falamos – não interrompeu as orações. Notou, com surpresa, que a cada “Ave-Maria” recitada, Jesus colocava sobre uma mesa uma linda moeda, de um ouro todo especial, de um brilho não conhecido nesta terra. Após alguns instantes, perguntou ela ao Salvador:

– Senhor, que fazeis?

– Gertrudes, cada Ave-Maria que você reza lhe obtém uma moeda de ouro para o Céu. Sim, minha filha, esta é a moeda com a qual se compra o Paraíso.

Orvalho celestial e divino

A Ave-Maria é o cântico mais belos que podemos entoar em louvor da Mãe de Deus. Quando a rezamos, louvamos Nossa Senhora por ser um precioso escrínio, cheio das graças de Deus, de onde se derramam sobre nós; louvamo-La por ser a escolhida do Senhor, o que a faz bem-aventurada acima de todas as mulheres; louvamo-La, ainda, pela magnífica encarnação, em seu claustro materno e virginal, do próprio Verbo de Deus.

Filha dileta do Pai, Mãe admirável do Filho, Esposa fidelíssima do Espírito Santo. Essa é Maria, a criatura mais amada, incomparavelmente acima de qualquer outra, pela Santíssima Trindade.

Assim, as honras prestadas à Santíssima Virgem são supremamente agradáveis a Deus. De outro lado, Nossa Senhora é mãe carinhosa e solícita: sempre que rezamos a Ave-Maria, Ela nos dá o melhor dos seus presentes, que são as graças das quais transborda. Por isso, os santos mais devotos da Mãe de Deus chamavam esta preciosa oração de orvalho celestial e divino. Sabemos que o orvalho da madrugada torna a terra fecunda, dando-lhe a possibilidade de produzir os frutos mais deliciosos.

A Saudação Angélica é como um orvalho que prepara nossas almas para praticar as virtudes mais difíceis e mais maravilhosas: a Fé, a Esperança, a Caridade ou Amor de Deus, a Pureza. Fecundadas por esse magnífico orvalho, nossas almas tornam-se belas e agradáveis a Deus.

Além desse precioso fruto, ela nos comunica uma alegria interior, indispensável para enfrentar os dramas do nosso mundo tão agitado.

Um grande devoto de Maria disse estas consoladoras palavras: “Estás aflito? Reza a Maria; Ela converterá tua tristeza em gozo e tuas aflições em consolo”.

Concluamos com o que disseram a esse respeito os maiores pregadores da devoção a Maria Santíssima: a Ave-Maria é um ósculo casto e amoroso que se dá em Maria, é apresentar-Lhe uma rosa vermelha, é oferecer-Lhe uma pérola preciosa, é dar-Lhe uma taça de néctar divino.

Comentar!

Feliz 2013!!!

E que possamos continuar juntos em nossa missão evangelizadora! Com o favor e beneplácito da Santíssima Virgem, no ano de 2012 o número de Oratórios cresceu consideravelmente por todo o País. Sem dúvida alguma, Ela nos auxiliou de uma forma toda singular. A Ela oferecemos nosso amor e gratidão filiais.

Em Jesus e Maria

 

Pe. Antônio Guerra, EP

Assistente Espiritual do Apostolado do Oratório