O grande triunfo marial – Nossa Senhora de Lourdes

Estamos vivendo um difícil momento no mundo.  Mas esta também pode ser uma admirável hora de misericórdia. A condição para isto é que olhemos para Maria, a Estrela do Mar, que nos guia em meio às tempestades

Plínio Corrêa de Oliveira

Em 1854, pela Bula “Ineffabilis Deus”, o grande Papa Pio IX definia como dogma a Imaculada Conceição de Nossa Senhora. Em 1858, de 11 de fevereiro a 16 de julho, Nossa Senhora aparecia dezoito vezes, em Lourdes, a uma filha do povo, Bernadette Soubirous, declarando ser a Imaculada Conceição. A partir dessa ocasião, tiveram início os milagres. E a grande maravilha de Lourdes começou a brilhar aos olhos de todo o mundo, até nossos dias. O milagre confirmando o dogma, eis em resumo a relação entre o acontecimento de 1854 e o de 1858.

Continue lendo “O grande triunfo marial – Nossa Senhora de Lourdes”

Maria Imaculada – “Preservou Ele a vossa Conceição da mancha que nós temos em Adão”

O Pequeno Ofício da Imaculada Conceição é uma das mais belas e tradicionais orações a Nossa Senhora.  Nas estrofes dessa singela prece encontramos reunidos todos os grandes dogmas e títulos marianos. Dessa forma, constitui um verdadeiro compêndio sobre os ensinamentos, as virtudes e as invocações da Virgem Maria.

Continue lendo “Maria Imaculada – “Preservou Ele a vossa Conceição da mancha que nós temos em Adão””

Santa Catarina Labouré e a Medalha Milagrosa


No dia 27 de novembro vamos celebrar a festa de Nossa Senhora das Graças. Foi exatamente neste dia, no ano de 1830, na capela do convento da Rue du Bac, em Paris,  França, que Nossa Senhora apareceu a Santa Catarina Labouré e mandou-a cunhar a Medalha Milagrosa


Segundo a santa revelou, o rosto da Virgem Maria era de uma beleza indescritível; os pés, pousados sobre uma esfera, da qual a vidente só avistava a metade superior, pisavam a cabeça de uma serpente; nas mãos, ela segurava um globo de ouro; os olhos miravam o céu.

Continue lendo “Santa Catarina Labouré e a Medalha Milagrosa”

A Imaculada Conceição de Maria

“Ó Virgem imaculada e inviolável, Virgem casta e incorruptível, Virgem isenta de toda imundície e de toda mácula do pecado, Virgem esposa de Deus e nossa rainha, Virgem que, por uma gloriosa e maravilhosa concepção, gerastes o homem-Deus, acolhei minha oração.”(1)

Tal é a força da verdade sobre a Imaculada Conceição de Maria que, nos primeiros tempos da Igreja, Santo Efrém cantava com entusiasmo os louvores acima. E São Tomás de Vilanova ensinava:
Convinha que o santuário de Deus, a mansão da sabedoria, o relicário do Espírito Santo, a urna do celestial maná, não tivesse a menor mancha”.
São Pio X afirma:
No mistério da Imaculada Conceição, quantos auxílios eficazes encontramos, em sua própria fonte, para conservar as virtudes e as praticar como convém!”
E diz ainda São João Paulo II:

“A Maria, que teve o privilégio de não estar sujeita ao poder do mal e do pecado um instante sequer, os cristãos contemplam como o modelo perfeito e a imagem da santidade, à qual devemos chegar pela ajuda da graça do Senhor”.

Continue lendo “A Imaculada Conceição de Maria”

A palavra dos Padres Arautos: Os filhos da Imaculada contra os filhos da serpente

A Imaculada Conceição é o Troféu de Deus. O principal privilégio de Nossa Senhora é a Maternidade Divina; porém, o que mais causa ódio ao demônio é a Imaculada Conceição. A Imaculada Conceição é a afirmação da Vitória de Deus: em uma criatura, Deus venceu inteiramente o demônio. A glória de Deus já está completa com Nossa Senhora!

Veja mais aqui: https://veritas.arautos.org/1642-homilia-o-grande-privilegio-da-inimiga-da-serpente/