Bento XVI: último dia do Pontificado em oração

Cidade do Vaticano, 28 fev (RV) – Termina nesta quinta-feira, 28, o pontificado de Bento XVI, que no último dia 11 anunciou a sua renúncia à Sé de Pedro.

Depois da audiência geral desta quarta, 27, quando diante de 150 mil fiéis na Praça São Pedro o Papa explicou que em seu Pontificado a Igreja viveu ‘momentos difíceis’ e que com sua renúncia ele ‘não desce da Cruz’, esta manhã Papa Ratzinger se despede dos cardeais que já estão em Roma para o conclave.

Como informou o Diretor da Sala de Imprensa, Padre Federico Lombardi, o dia de hoje será passado em oração e preparação para sua transferência a Castel Gandolfo. O “Papa emérito” deve passar 2 meses nesta residência, enquanto será reformado o mosteiro de clausura nos Jardins Vaticanos, onde passará a morar.

Às 16h55 (hora local), no pátio de São Damaso, Bento XVI recebe as honras de um piquete da Guarda Suíça. Saúda o Secretário de Estado, Cardeal Tarcisio Bertone e outros colaboradores, e no heliporto, recebe a saudação do Cardeal Angelo Sodano, decano do Colégio Cardinalício.

Em sua chegada a Castel Gandolfo, às 17h15, o Papa será acolhido pelo Cardeal Giuseppe Bertello, Presidente do governo do Estado da Cidade do Vaticano, e por Dom Giuseppe Sciacca, Secretário. Também estarão lá o bispo da diocese de Albano, Dom Marcello Semeraro, e autoridades civis da cidade.

Em seguida, Bento XVI fará uma saudação aos fiéis, do balcão do Palácio Apostólico de Castel Gandolfo.

Às 20h, começa a Sé Vacante. A Guarda Suíça que presta serviço em Castel Gandolfo cessará o serviço e a segurança do Papa Emérito estará a cargo da Gendarmaria do Vaticano.

O momento em que o Papa deixará o Vaticano, em helicóptero, rumo à residência de Castel Gandofo, poderá ser acompanhado no site da RV: http://www.radiovaticano.va, através do link “Vatican Player”. A transmissão das imagens será acompanhada pelo áudio original, em italiano. O evento está programado para as 16h30 locais (12h30 de Brasília).

(CM) – Rádio Vaticano

Comentar!

NOTÍCIA ESPECIAL: Acompanhe ao vivo a Missa na Basílica de Nossa Senhora do Rosário todos os domingos!

Agora nossos coordenadores e amigos do Apostolado do Oratório poderão acompanhar, ao vivo, a Missa na Basílica Nossa Senhora do Rosário, dos Arautos do Evangelho, todos os domingos. A transmissão se inicia às 10h30 com o programa “O Dom da Oração”, em seguida a Missa às 11h. Após a Missa, conheça as notícias mais recentes dos Arautos e do Apostolado do Oratório.

Acompanhe! Todos os domingos, na Mox TV, a partir das 10h30 da manhã.

Parabólica Digital: Satélite C2 (Frequência 3664 – Symbol Rate 3111)

Internet: http://www.moxtv.tv/aovivo.html

Oração da alma desamparada

Santa Bernadette Soubirous

Ó Jesus desolado e ao mesmo tempo refúgio das almas desoladas, Vosso amor ensina-me que é de Vossos abandonos que devo haurir toda a força de que necessito para suportar os meus. Estou persuadida de que o abandono mais temível em que eu possa cair seria não participar do Vosso. Mas, como Vós me destes a vida com a Vossa morte, e me livrastes, por Vossos sofrimentos, daqueles que me eram devidos, também merecestes, pelo Vosso desamparo, que o Pai celeste não me desamparasse, e que nunca estivesse mais próximo de mim, por Sua misericórdia, do que quando estou mais unida (a Vós) pela desolação. Ó Jesus, luz da minha alma, iluminai os meus olhos interiores no tempo da tribulação; e já que me é útil sofrer, não leveis em conta meus temores nem minha fraqueza.

Eu Vos conjuro, ó meu Deus, por Vossos desamparos, não que não me aflijais, mas que não me abandoneis na aflição, que me ensineis a procurar-Vos nela como o meu único consolador, que sustenteis nela a minha Fé, que nela fortifiqueis minha esperança, que purifiqueis nela o meu amor; concedei- me a graça de reconhecer nela a Vossa mão, e de não desejar nela outro consolador a não ser Vós.

Humilhai-me então quanto Vos aprouver, e consolai-me somente a fim de que eu possa sofrer e perseverar até a morte no sofrimento. Já que as graças que Vos peço são fruto de Vossos desamparos, fazei que sua virtude se manifeste na minha fraqueza, e glorificai-Vos na minha miséria, ó meu Jesus, único refúgio da minha alma.

Ó Mãe Santíssima do meu Jesus, que vistes e sentistes a extrema desolação do Vosso querido Filho, assisti-me no tempo da minha.

E vós, santos do Paraíso, que passastes por esta provação, tende compaixão daqueles que sofrem, e obtende-me a graça de ser fiel até a morte.

(Extraída do livro Bernadette Soubirous, do Pe. André Ravier. São Paulo: Loyola, 1985, p. 81-82.)

Vaticano: Papa convida famílias à redescoberta da oração

Cidade do Vaticano, 28 dez 2011 (Ecclesia) – Bento XVI convidou hoje as famílias católicas à redescoberta da “beleza de rezar em conjunto”, apresentando como “escola” a Sagrada Família de Nazaré, Jesus, Maria e José.

“Se uma criança não aprende a rezar em família, este vazio será difícil de preencher depois. Possam todos descobrir, na escola de Nazaré, a beleza de rezarem juntos como família”, disse o Papa, em português, na última audiência geral de 2011, a 45ª do ano, que decorreu na sala Paulo VI, do Vaticano.

Bento XVI aludiu ao “mistério do Natal”, deixando votos de que os fiéis saibam “escutar, meditar, penetrar no sentido profundo da manifestação do Filho de Deus”.

“Que este tempo de Natal seja para todos a ocasião de tornar mais íntima e mais verdadeira a sua relação com o Filho de Deus feito homem”, declarou, falando aos peregrinos de língua francesa.

Em português, o Papa referiu-se ao episódio da apresentação de Jesus no templo de Jerusalém, como filho primogénito, 40 dias depois do seu nascimento.

“Maria ouve lá, do velho Simeão, palavras que lhe anunciam glórias e tribulações. Ela «guardava todas estas coisas no seu coração». Esta capacidade de Maria era contagiosa, sendo o seu primeiro beneficiário José. De facto ele, com Maria e sobretudo depois com Jesus, aprende a relacionar-se de modo novo com Deus, colaborando no seu projeto de salvação”, indicou.

Segundo Bento XVI, com o exemplo da sua família, “Jesus aprendeu a alternar oração e trabalho, e a oferecer a Deus o suor e cansaço para ganhar o pão de cada dia”.

Após desejar aos presentes um “feliz ano novo”, o Papa deixou uma saudação aos peregrinos de língua portuguesa, confiando a Deus as suas famílias e “os sonhos de bem que abrigam no coração”.

Dados da Prefeitura da Casa Pontifícia publicados pelo ‘Osservatore Romano’ refere que 400 mil pessoas assistiram às 45 audiência gerais realizadas em 2011 na Praça São Pedro, na Basílica do Vaticano, na sala Paulo VI e no pátio de Castel Gandolfo, a residência de verão do Papa.

OC – Agência Ecclesia

Em Aparecida, momentos de fé e oração

No passado 13 de agosto, os grupos do Apostolado do Oratório provenientes de mais de 100 cidades do País se reuniram aos pés da Padroeira para rezar pela família brasileira. Os quase 8 mil devotos presentes manifestavam a sua alegria em participar de um movimento que tem como finalidade manter viva a Igreja doméstica no seio das famílias brasileiras.

A Santa Missa do meio-dia reuniu todos num momento de fé e oração. Foi presidida por Dom Benedito Beni dos Santos, Bispo de Lorena, juntamente com Dom Joaquim Justino Carreira, Bispo Auxiliar de São Paulo, e concelebrada por 10 padres que acompanharam seus paroquianos na romaria.

Todos rezaram com fervor e piedade, pedindo que o Apostolado do Oratório se expanda por todas as cidades do Brasil!

Da Redação