Benefícios da reza do Rosário sobre a saúde

Há 15 anos, o Dr. Luciano Bernardi, da Universidade de Pavia, na Itália, interessava-se pelos ritmos autônomos do corpo que formam a base da fisiologia: o ritmo da respiração, as variações do ritmo cardíaco – que acelera ou desacelera de um batimento ao outro e segundo os momentos do dia – , os aumentos e diminuições da pressão arterial, e mesmo as variações de fluxo e refluxo do sangue em direção ao cérebro. Ele sabia que um bom equilíbrio desses diferentes biorritmos é o melhor indicador de boa saúde que se conhece, capaz de prever a sobrevida a quarenta anos de distância, segundo certos estudos. Quanto mais suas variações forem amplas e regulares, mais as funções do corpo produzem uma pulsação que parece ser a própria expressão da vida.

Rosario - BlogQuando as cobaias do Dr. Bernardi começaram a recitar uma ladainha da Ave-maria em latim, os aparelhos registraram um fenômeno totalmente inesperado: todos os ritmos biológicos medidos entraram em ressonância. Alinhavam-se todos uns sobre os outros, amplificavam-se mutuamente e terminavam se harmonizando. Longe de acreditar em um milagre, o Dr. Bernardi descobriu algo tão simples quanto essencial: na Itália, a assembléia recita o rosário em alternância com o Padre. Cada enunciado se faz com uma única expiração, e a inspiração seguinte se faz durante a vez do Padre. As cobaias tinham, com toda naturalidade, adotado o ritmo que lhes era habitual. Procedendo desse modo, elas se fixaram mecanicamente – sem ter consciência – em uma frequência de seis respirações por minuto. Pois bem, tratava-se precisamente do ritmo natural de flutuação das outras que ele se propunha a medir (coração, pressão arterial, fluxo sanguíneo no cérebro), e por isso todas tinham entrado em ressonância.

Livro: Anticâncer | Prevenir e vencer usando nossas defesas naturais – O Rosário (Páginas 196 e 197) – Autor: David Servan-Schreiber

Sobre Apostolado do Oratório

Blog oficial do Apostolado do Oratório dos Arautos do Evangelho, Associação Internacional de Direito Pontifício.
Esta entrada foi publicada em Notícias e marcada com a tag , , , , , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta