Meditação para o Primeiro Sábado de Junho

“Eu sou o Pão vivo descido do Céu…
“Quem comer deste Pão, viverá eternamente; e o Pão que Eu darei é a Minha carne para a salvação do mundo”. (Jo 6, 51).

foto para meditação de junho 2016I – Jesus é incompreendido…

Como era possível a alguém contestar as claras afirmações de Jesus a respeito de Sua divindade e desprezar os Seus divinos atributos?

Como duvidar de Nosso Senhor ante provas tão evidentes: cura de todo tipo de doenças, libertação de possessões diabólicas, ressurreições e outros milagres assombrosos, entre os quais a mudança da água em vinho, ou a multiplicação de pães e peixes, ocorrida pouco depois de anunciar a Eucaristia?

O que levava seus contemporâneos a tal atitude?

1 – Quando no homem prepondera a matéria …

A natureza humana é um composto de espírito e matéria – a alma e o corpo – na qual há uma hierarquia em que a parte espiritual deve governar a material, o que ocorre pela prática da virtude, com o auxílio da graça. Mas, quando o homem se deixa dominar pelas potências inferiores, as paixões desregradas exercem uma tirania sobre a parte mais nobre e elevada, e ele fica entregue ao vício. (…)

Clique aqui e tenha acesso ao texto completo da Meditação.

Sobre Apostolado do Oratório

Blog oficial do Apostolado do Oratório dos Arautos do Evangelho, Associação Internacional de Direito Pontifício.
Esta entrada foi publicada em A palavra do sacerdote, Artigos Arautos do Evangelho, Espiritualidade, , meditação, Nosso Senhor Jesus Cristo, Primeiros Sábados, Verdades eternas e marcada com a tag , , , , , . Adicione o link permanente aos seus favoritos.

Deixe uma resposta